SatyriSom

SATYRISOM

 

SHOWS

 

QUINTA FEIRA, 14 DE NOVEMBRO

 

19h15 – Renato Braz – Canto Guerreiro – O cantor Renato Braz, lança seu mais recente trabalho “Canto Guerreiro – Levantados do Chão”. O álbum tem título extraído de duas das canções gravadas por Renato e foi lançado no final de 2018 em comemoração aos seus 50 anos pelo selo independente Dançapé. O disco conta com participações especiais de Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Dori Caymmi, entre outros artistas, com direção musical de Mario Gil. Para os shows em São Paulo, Renato estará acompanhado por um luxuoso quarteto formado por alguns dos maiores músicos brasileiros da atualidade: Itamar Assiere no piano, Sizão Machado no contrabaixo, Mario Gil no violão e Jurim Moreira na bateria. (90min). Onde: Caixa Cultural São Paulo. Livre. 

 

 

SEXTA FEIRA, 15 DE NOVEMBRO

 

19h15 – Renato Braz – Canto Guerreiro – O cantor Renato Braz, lança seu mais recente trabalho “Canto Guerreiro – Levantados do Chão”. O álbum tem título extraído de duas das canções gravadas por Renato e foi lançado no final de 2018 em comemoração aos seus 50 anos pelo selo independente Dançapé. O disco conta com participações especiais de Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Dori Caymmi, entre outros artistas, com direção musical de Mario Gil. Para os shows em São Paulo, Renato estará acompanhado por um luxuoso quarteto formado por alguns dos maiores músicos brasileiros da atualidade: Itamar Assiere no piano, Sizão Machado no contrabaixo, Mario Gil no violão e Jurim Moreira na bateria. (90 min). Onde: Caixa Cultural São Paulo. Livre. 

 

23h – Pitombas do Amor – As Pitombas do Amor trazem a intensidade sonora do brega pernambucano, com características das culturas populares, onde a poesia escrita de suas letras abordam a realidade dos LGBTQIA+. Além da banda Pitombas do Amor, Cristóvão e Léo Sodi, são idealizadores da Festa Festival Da Luz Vermelha e do primeiro bloco de trevo em Curitiba. As Pitombas do Amor se apresentam com a banda completa e no formato acústico. Além das músicas próprias, os músicos interpretam clássicos do cancioneiro brega de Pernambuco. Idealizada há dois anos pelos cantores recifenses, Cristóvão e Léo Sodi, a banda pernambucana, Pitombas do Amor lança no segundo semestre o EP da trilogia DRAG DE LANÇA. Com produção musical de Du Gomide, direção musical de Bruno Oxe e par. especial de Fernando Nunes. (100 min). Onde: Presidenta – Bar e Espaço Cultural. 14 anos.

 

 

 

 

 

 

SÁBADO, 16 DE NOVEMBRO

 

16h30 – Amor é rebeldia, canção, poesia! – O show “Amor é rebeldia, canção, poesia” revela uma nova cantora paulistana, Fernanda Alves. Interpretando músicas brasileiras com simplicidade, voz e violão – além de umas pitadas de poemas – convida você para levemente cantar e rebelar-se com Amor. (60 min). Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Alberto Guzik). Livre.

 

19h – Wander B. – Ballet Bandido – Prestes a completar 18 anos de desbunde, Wander B. revisita seu repertório de maneira lírica e intimista: com seu corpo purpurinado, sua saliva lasciva e sua poesia marginal, o cantor-performer se joga em mais uma página dessa história que já ultrapassa a marca de 60 músicas lançadas entre álbuns, EPs e singles. “Ballet Bandido” é uma imersão delicada, um deslocamento sutil, um grito silencioso no espaço, uma profusão de interjeições dançando no ar. Corpo-voz: Wander B.. Piano e Arranjos: Luiz Fernando Montanher. (40 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 

 

19h15 – Renato Braz – Canto Guerreiro – O cantor Renato Braz, lança seu mais recente trabalho “Canto Guerreiro – Levantados do Chão”. O álbum tem título extraído de duas das canções gravadas por Renato e foi lançado no final de 2018 em comemoração aos seus 50 anos pelo selo independente Dançapé. O disco conta com participações especiais de Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Dori Caymmi, entre outros artistas, com direção musical de Mario Gil. Para os shows em São Paulo, Renato estará acompanhado por um luxuoso quarteto formado por alguns dos maiores músicos brasileiros da atualidade: Itamar Assiere no piano, Sizão Machado no contrabaixo, Mario Gil no violão e Jurim Moreira na bateria. (90 min). Onde: Caixa Cultural São Paulo. Livre. 

 

20h10 – Ju Medina Ao Vivo – Voz e Violão – Na voz e violão, Ju Medina apresenta suas composições autorais que mesclam samba, reggae, além de outros ritmos afrodescendentes. As letras brincam com imagens e figuras da natureza e tem a critica social como elemento principal. A cantora convida para uma viagem interior em show intimista. (20 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 12 anos. 

 

21h – Silvana Rosa canta Clara Nunes, Brasil mestiço-santuário da fé – Esse pocket show foi idealizado especialmente para esse maravilhoso festival, com intenção de fazer a estreia com pocket show no festival Satyrianas, pensando no público que o festival atrai. Será um tributo a diva Clara Nunes e a religiosidade da umbanda e candomblé. (30 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. Livre.

 

22h – Banda Macaco-Fantasma – Homem Revoltado – Grupo Macaco-Fantasma apresenta uma mistura de punk+música brasileira+performance+poesia. Já há 4 anos se apresenta em espaços culturais e na rua. (45 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 10 anos. 

 

23h15 – Banda Issoo! – Siga Sempre o Coração – Siga Sempre o Coração e outros sucessos do grupo, que fazem parte do álbum Sonhos Líquidos, serão executadas neste show. Com ritmos variados (samba, afoxé, reggae…) as músicas possuem levada dançante e influências do pop. O show é acessível em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais). (60 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 

 

DOMINGO, 17 DE NOVEMBRO

 

00h30 – Calêndula – O Calêndula, neste show solo, traz um repertório de musicas autorais pop/rock/musical, com canções do seu primeiro álbum independente “CALÊNDULA”, com piano, voz e mescla de bases pré-produzidas pelo artista. Com referências de Secos e Molhados e Dzi Croquettes, o show é bem humorado com mescla de linguagens da dança, teatro e sátiras do mundo pop contemporâneo. (30 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 

 

02h – CTRL+N contra o Macho Astral – O show “CTRL+N contra o Macho Astral” é uma celebração de orgulho e amor próprio, conduzida pela dupla com carisma e bom humor. Além de abraçar os trabalhos autorais da dupla, o show incorpora elementos da cultura pop, de memes da internet a covers de hits pop, nacionais e internacionais. (40 min). Onde:  Presidenta – Bar e Espaço Cultural. Livre. 

18h – Pelas Ruas do Samba – Pelas Ruas do Samba apresenta versões de sambas do século passado, de compositores como Batatinha ou Baden Powell, em diálogo com músicos da cena contemporânea de São Paulo, como Douglas Germano e Kiko Dinucci – além de composições autorais no mesmo gênero, sob uma ótica do cotidiano da metrópole. (40 min). Onde:  Espaço dos Parlapatões – Palco Bar. Livre. 

 

19h – Rafael Ventura em Desvyado – O glitter também é luta. O close é enfrentamento. A montaria é arma de resistência. DESVYADO é uma celebração ao universo LGBTQIA+; um tapa na cara dos caretas; um convite musical à reflexão através da irreverência QUEER. Show Cênico Autoral com canções e textos que dialogam com o universo LGBTQIA+. (45 min – MG).
Onde:  Espaço dos Parlapatões – Palco Bar. 12 anos. 

 

19h15 – Renato Braz – Canto Guerreiro – O cantor Renato Braz, lança seu mais recente trabalho “Canto Guerreiro – Levantados do Chão”. O álbum tem título extraído de duas das canções gravadas por Renato e foi lançado no final de 2018 em comemoração aos seus 50 anos pelo selo independente Dançapé. O disco conta com participações especiais de Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Dori Caymmi, entre outros artistas, com direção musical de Mario Gil. Para os shows em São Paulo, Renato estará acompanhado por um luxuoso quarteto formado por alguns dos maiores músicos brasileiros da atualidade: Itamar Assiere no piano, Sizão Machado no contrabaixo, Mario Gil no violão e Jurim Moreira na bateria. (90 min). Onde: Caixa Cultural São Paulo. Livre.


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook