Programação Digital

QUINTA-FEIRA, DIA 02 DE DEZEMBRO

18h – Poesia pra quê? (Teatro Adulto) – O espetáculo online “Poesia Pra Quê?” amarra a poesia de poetas capixabas a diversos nomes da poesia nacional em uma dramaturgia contínua onde não se sabe qual é de um e qual é de outro. O espetáculo explora a linguagem audiovisual, para propor imagens que direcionam o olhar do público sobre o “ouvir poesias” e como as imagens propostas podem contribuir para este novo imaginário. Com toques de ironia levantamos a questão do “por que escrever?”, e as ramificações deste pensamento, sem efetivamente buscar responder tais perguntas, buscamos estimular nosso público a refletir sobre elas. (30 min – ES). Direção: Brenda Perim e Marco Antonio Reis. Elenco: Amanda Malta, Brenda Perim, Leonardo Dariva, Luan Tofano e Marco Antônio Reis. Iluminação: Cia. Nós de Teatro. Dramaturgia: Brenda Perim e Marco Antonio Reis. Figurino: Cia. Nós de Teatro. Cenário: Cia. Nós de Teatro. Outros: Trilha sonora: Luan Tófano. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

19h – A Velha e os Cilindros, de Sérgio Roveri (DramaMix) – Assustada com a falta de oxigênio no período mais grave da pandemia de Covid, uma velha senhora manda comprar dois cilindros e passa a manter com eles uma relação de amor e saudades. Direção: Sérgio Roveri e Guida Viana. Elenco: Guida Viana. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/a-velha-e-os-cilindros-de-sergio-roveri__1424465

19h – ENTRE A VIDA E A MORTE, DEUS E O DIABO, EIS A QUESTÃO (Teatro Adulto) – Não devemos confiar nos nossos sentidos” (defendia Descartes). O nosso ponto de partida, não deve se limitar ou se fechar a um conceito, só porque acreditamos ou defendemos algo, mas nos propormos a questionar, o porquê. Mas, porque questionamos, baseado em quê e para quê. Onde queremos chegar, se é que saímos para se chegar em algum lugar? Eis a questão, é uma premissa inconformada, inquieta e insistente das três personagens: a Morte, a Mulher e o Filósofo, que peregrinam por caminhos tão complexos da vida, quando se questionam sobre: por quê, para quê, como e o quê. (50 min – SP). Texto: Adaptação de Chico Edson a partir do roteiro Audiovisual “Além” de Osiel Neto. Direção: Chico Edson. Elenco: Chico Edson, Goreti Lago e Luís Araújo. Onde: Sympla/Zoom. 12 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/entre-a-vida-e-a-morte-deus-e-o-diabo-eis-a-questao__1420038

19h – Quintais de Ruth (Teatro Adulto) – A Cia de Teatro Sucudumbu descobre os quintais de Ruth. Quintais onde desfilam histórias de caboclos caipiras, mentiras verdadeiras, fé, crenças e desconjuro, cantigas e bailados. O universo seu, meu, nosso! Traduzindo a vida em palavras. Através da literatura e da vida de Ruth, buscamos desvendar as raízes do fundo da alma Valeparaibana e quiçá, irmos de encontro a nossa própria essência. (45 min – SP). Texto: Thais Della Costa. Direção: Rosinha Canuto e Thais Della Costa. Elenco: Crê Santos, Elisete Siqueira,Rosinha Canuto e Thais Della Costa. Onde: YouTube. Livre.

Link: https://youtu.be/A7x2O3cVdXc

19h – Baquaqua (Teatro Adulto) – Muitos eram os negros africanos que cruzaram o Atlântico em direção ao Brasil na condição de escravizados, praticamente não existe registro autobiográfico. Mahommah Gardo Baquaqua foi uma das poucas exceções. Oriundo do atual Benin, Baquaqua escreveu aquela que até hoje é considerada a única autobiografia de um ex-escravizado que viveu no Brasil. (55 min – RJ). Texto: Mahommah Gardo Baquaqua e Samuel Moore. Dramaturgia: Rogério Athayde. Direção: Aramís David Correia. Atuação: Wesley Cardozo. Onde: YouTube. 10 anos.

Link: https://youtu.be/0_7CINGQxRI

20h – As cartas que eu não mando, de Daniel de Mello (DramaMix) – A dinâmica da peça se desenvolve a partir de quatro telas que são ligadas e desligadas por um operador externo. As câmeras verticais dos celulares são utilizadas quando os dois personagens conversam entre si. As câmeras dos computadores, abertas, são utilizadas quando os personagens estão sozinhos em cena. Direção: Daniel de Mello. Direção musical: Renan Francioni. Elenco: Carol Leipelt e Marcelo Alvim. Onde: YouTube.

Link:

20h – Canela – Um Experimento Artístico (PerforMix)  – Qual é o tema deste experimento? Canela? Canela é o relato do corpo meu, da boca minha rompendo o silêncio. É a conclusão do corpo seu, da boca sua depois deste encontro. Idealização e realização: Victória Machado. Onde: YouTube Cine Teatro Cuiabá. 16 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

20h – Coráh (SatyriCine) – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 16 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

20h – Oración (Teatro Adulto) – Em Oración, um casal que mata seu filho como forma de passatempo decide ser bom. Não que seja levado a isso pelo arrependimento, mas por perceber que sua diversão durou apenas um momento, enquanto a bondade pode levá-lo ao paraíso, onde a diversão será eterna. Para conseguir seu objetivo, adotam a Bíblia como guia e, passando por vários trechos do livro, examinam qual deve ser sua conduta daí em diante. (45 min – ES). Direção: Nieve Matos. Elenco: Nicolas Corres Lopes, Roberta Portella e Waltair de Souza Jr. Iluminação: Carla van den Bergen. Dramaturgia: Fernando Arrabal (Tradução: Wilson Coelho). Figurino: Antônio Apolinário. Cenário: Antônio Apolinário. Outros: Orientação de processo criativo: Tato Criação Cênica, Música cênica: Deivyd Martins. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

20h – Roteiro. Onde Começar (Oficinas e Workshops) – Rodrigo Gallo fará uma palestra sobre Roteiro. Ele irá dar noções básicas de roteiro além mostrar dois curtas metragens escritos por ele. (60 min – RJ). Palestrante: Rodrigo Gallo. Onde: Sympla/Zoom. Livre.

Link: https://www.sympla.com.br/roteiro-onde-comecar__1424349

20h30 – Geração Coxipó (SatyriCine) – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. Livre.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

21h – Camilo, de Daniel Veiga (DramaMix) – Numa noite contraditória, acompanhado de Charlotte, Camilo está à espera do fantasma do pai, a quem será permitido cruzar a linha dos mortos uma única vez para um banquete. Em outro tempo, uma prisioneira do Santo Ofício é atormentada por um notário. Um muro separa as histórias e os tempos, um muro que começa a ruir, até que uma fenda se abra entre os dois tempos. Direção: Daniel Veiga. Elenco: Daniel Veiga, Ambrosia, Natália Martins e Gabriel Lodi. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/camilo-de-daniel-veiga__1427642

21h – Cemitério dos Vivos (Teatro Adulto) – Não me incomodo muito com o Hospício, mas o que me aborrece é essa intromissão da polícia na minha vida.”; “Ah! A Literatura ou me mata ou me dá o que eu peço dela.”; “Os ricos de hoje não gostam de árvores”; “Eu não quero morrer, não! Eu quero outra vida”; “Eu sou dado ao maravilhoso, ao fantástico, ao hipersensível.” Em rememoração ao centenário de morte de Lima Barreto a Cia. Apocalíptica em parceria com o Programa de Qualificação em Artes adapta para dança-teatro a última obra, inacabada, do autor carioca “O Cemitério dos Vivos” onde relata sua própria internação no Hospital Nacional dos Alienados em 1920. (50 min – SP). Texto: Carlos Canhameiro. Direção: Lawrence Garcia. Elenco: David Balt. Onde: YouTube. 14 anos.

Link:  https://youtu.be/Hr2QyK3h6yU

21h – Evocando Espíritos (Teatro Adulto) – Após a morte de sua irmã, Ben decide evocar o espírito dela através de uma sessão improvisada de espiritismo, más acaba evocando uma entidade maligna que forçará ele e seus amigos a revelarem os segredos mais sórdidos até o verdadeiro assassino aparecer. (65 min – SP). Texto: Jonatan Cabret. Direção: Jorge Luiz Alves. Elenco convidado: Camila Aveline, Rubens Paz, Carlos Uchôa, Jairo Sampaio, Sá Ribeiro, Duda Person e Ramon Jesus. Onde: Sympla/Zoom. 14 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/evocando-espiritos__1420058

21h50 – Vida Provisória (Teatro Adulto) – ​​Na casa, ele. Na casa, silêncio. Na casa, tanto. Na casa, nada.  Atriz encontra sua mulher para contar sua história. Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 16 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

22h – Ateliê fracasso ou você é tão especial a ponto de todas as mazelas do mundo caírem sobre sua vida (Teatro Adulto) –  O monólogo protagoniza a mulher que escolhe todas as noites para continuar viva num contexto de abandono e violências. Expondo diferentes táticas de sobrevivência, conscientes e inconscientes, desse feminino que insiste em permanecer. A trama traça um paralelo entre este feminino e a arte, que resistem mesmo em solo infértil e tempos hostis. A peça emerge de temas delicados, como: as perdas, os traumas, a solidão imposta e a busca constante pela lucidez.(30 min – ES). Direção: Bárbara Depiantti Elenco: Bárbara Depiantti. Iluminação: Bárbara Depiantti. Dramaturgia: Bárbara Depiantti. Figurino: Bárbara Depiantti. Cenário: Bárbara Depiantti. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

22h – Lágrimas de Um Guarda-Chuva (Teatro Adulto) – No viés do expressionismo e da poesia, “Lágrimas De Um Guarda-Chuva” retrata a violência sexual infantil. Tudo faz parte do diálogo da lucidez com a insanidade, dentro de um cenário que expressa a contradição de um chão úmido, mas que brotam árvores secas. Tudo simboliza o contraste entre a vida e morte – caos que nunca se dissipam… A mensagem é o grito de uma alma ferida. O sussurro frágil de uma criança que roga; “para não manchar a inocência de nenhuma tela em branco, que se mostra pura e intacta para ser aquilo que desenharmos”. O atual isolamento social, em virtude da pandemia e das necessidades de combate contra o COVID-19, fatalmente potencializa o aumento de casos de abuso contra crianças e adolescentes. (30 min – SP). Direção: José Augusto Oliveira. Elenco: José Augusto Oliveira e Ana Júlia Nogueira. Quando: Qui, 02/12 às 22h. Onde: YouTube. 16 anos. 

Link: https://youtu.be/E0M22Qgu-UY  

22h06 – Ensaio com Ela – Spectro Lab (Teatro Adulto) –  Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 14 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

22h16 – 290 Venenos (SatyriCine – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 14 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

22h30 – Com Carinho, Joaquim (SatyriCine) – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 12 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

23h – Eu sinto, muito (Teatro Adulto) – Duas atrizes se unem para falar de amor e de medo, descobrem a linha tênue do sentir medo: daquele impulsionador ou do paralisante, se tomar conta de nós. Há contato direto com a plateia para que ela se reconheça como ser que sente. De forma catártica o público se reconhece nos discursos, pois quem não sente medo e amor, incertezas e reflexões, em especial durante esse período tão difícil? (38 min – MG). Texto e Direção: Larissa Garcia. Elenco: Danielle Marques e Rafaela Jacon Dutra. Onde: Sympla/Zoom. 10 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/eu-sinto-muito__1420066

23h – O vazio no horizonte é uma rodovia que leva para lugar nenhum (Teatro Adulto) – Um posto de gasolina isolado na vastidão de uma longa rodovia cujo único funcionário é um frentista. Numa noite qualquer, alguns passantes perturbarão a aparente mesmice rotineira do lugar. Ou talvez seja o estranho cotidiano do lugar que perturbará os passantes… (56 min – SP). Texto: Filipe P. Direção: Lucas Vitorino. Elenco: Caroline Alves, Filipe Pereira, Rodolfo Vetore, Thalita Duarte e Wellington Candido. Onde: YouTube. Livre.

Link

23h15 – Lágrimas de Normah (SatyriCine – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 12 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

23h33 – Teodora (SatyriCine) – Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. 14 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

SEXTA-FEIRA, DIA 03 DE DEZEMBRO

18h00 – LIVE SEGUNDA SEM CARNE  – Bate-papo de Dani Moreno com Larissa Maluf, do Segunda Sem Carne (@segundasemcarne) (SatyriBichos) – Segunda-feira é mundialmente conhecido como o dia para mudanças, dia para tomarmos decisões, começarmos transformações e novidades. Que tal tentar algo que trará um enorme benefício para todos?!

A Campanha Segunda Sem Carne se propõe a conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal* para alimentação tem sobre  os animais, a sociedade, a saúde humana e  o planeta, convidando-as a descobrir novos sabores ao substituir a proteína animal pela vegetal pelo menos uma vez por semana.

Existente em mais de 40 países, como nos Estados Unidos e no Reino Unido (onde é encabeçada pelo ex-Beatle Paul McCartney) e apoiada por inúmeros líderes internacionais, a campanha foi lançada no Brasil em outubro de 2009 e hoje conta com o apoio de governos, personalidades e empresas.

Um dos desdobramentos da adesão ao movimento é a implementação da Alimentação Escolar Vegetariana presente desde 2011 nas escolas municipais de São Paulo, escolas os alunos da rede pública do município de São Paulo têm acesso à refeições 100% livres de produtos animais, trazendo grande impacto positivo.

A fim de facilitar a adoção deste hábito, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) fornece em suas redes receitas saborosas, dicas de nutrição, notícias e informações qualificadas a respeito das razões éticas, ambientais e de saúde para passar essa ideia adiante. Onde: Instagram @ossatyros

Link: https://www.instagram.com/ossatyros/

18h – Oficina poética: DA BOCA DO ESTÔMAGO (PerforMix) – Oficina digital de construção poética. Na tentativa de ser grande me peguei beijando um grão de areia. Maravilha é ser do tamanho da poesia, está tudo aqui na boca do estômago. (50 min – SP). Autor: Rogério Pereira. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/oficina-poetica-da-boca-do-estomago__1424365

18h – Seu texto, meu corpo (Teatro Adulto) –  Série de 15 vídeos-exercícios cênicos, experimentos sem pretensões ou acabamentos, que resultaram, em sua maioria, da primeira ideia e primeira vontade de fazer algo a partir de cada escrita. (1h15 min – ES). Direção: Patricia Galleto. Elenco: Patricia Galleto. Iluminação: Patricia Galleto. Dramaturgia: Patricia Galleto. Figurino: Patricia Galleto. Cenário: Patricia Galleto. Outros: Trilha sonora: Esteban Bisio. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

19h – GRITO (Teatro Adulto) – GRITO é um experimento cênico que flutua entre a vida pré pandemia e a vida durante a pandemia e narra a vida de diversas mulheres que sofreram caladas com o abuso doméstico sem poder ter com quem recorrer. (50 min – SP). Texto de Jheny Goll e Taty Pedroso; Direção de Sonia Maria; Elenco: Jheny Goll e Taty Pedroso; Trilha sonora de Sonia Maria; Produção Jonatan Cabret; Realização Cia Os Profanos. Onde: Sympla/Zoom. 12 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/grito__1425064

19h – Mitos e Lendas do Rio Cuiabá ao Pantanal (Contação de Histórias) – Há muito tempo ouve-se falar das histórias, causos e lendas que povoam a memória dos povos ribeirinhos e de várias comunidades de Cuiabá e Pantanal; presença de monstro em forma de serpente, seres fantásticos, causos de pescadores, todas estas histórias serão condutoras da narrativa a ser apresentada ao público, valorizando e preservando a cultura dos povos ribeirinhos. De forma envolvente, brincante, com canções e ludicidade. A narradora Alicce Oliveira convidará aos participantes a realizarem esta viagem ao mundo imaginário das nossas histórias. O espetáculo foi inspirado em contos populares de Mato Grosso. Onde: Youtube CineTeatro. 12 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

19h – Perfeita Imperfeição (Teatro Adulto) – Em “Perfeita Imperfeição”, a partir de reflexões acerca do isolamento, do contato mais próximo consigo mesmas, cada atriz reflete sobre suas marcas físicas e psicológicas, que fazem parte da sua construção como ser humano e convida a plateia a refletir sobre esse amor que deveria ser o primeiro: para amar o outro eu preciso também me amar, me colocar como ser importante no mundo e entender que temos vários amores na vida, inclusive nós. (40 min – MG). Texto: Larissa Garcia, Camila Ribeiro e Gabriela Severini. Direção: Larissa Garcia. Elenco: Larissa Garcia, Camila Ribeiro e Gabriela Severini. Onde: Sympla/Zoom. Livre.

Link: https://www.sympla.com.br/perfeita-imperfeicao__1420229

19h – SAPATHOS DIGITAIS (Teatro Adulto) – O espetáculo discute violência, preconceito e racismo estrutural. Feito de recortes de jornal, as notícias são disparadas em ritmo frenético, incluindo na ficção fatos históricos que causam vertigem. Na sexta-feira (somente), após a apresentação, terá um bate-papo de 30 minutos, sobre o processo de criação do espetáculo, com elenco e equipe técnica. (30min – SP). Texto: Sergio Zlotnic. Direção: Gabi Costa, Paula Barros Diva, Ricardo Koch Mancini e Sergio Zlotnic. Elenco: And Costa, Gabi Costa, Isabella Rockfield, Ricardo Koch Mancini, Rodrigo Melgaço, Sergio Zlotnic e Well Almeida. Onde: Sex, 03/12 Sympla/Zoom e Sáb, 04/12 (Youtube). 14 anos.

Links:  https://www.sympla.com.br/sapathos-digitais__1420351

19h30 – Sob Múltiplos Olhares (SatyriCine) – A Lei de Diretrizes e Bases, alterada pela Lei 10.639/03,  tornou obrigatória o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira na rede de ensino nacional. “Sob Múltiplos Olhares” faz um panorama das diferentes visões e experiências que estudantes, professoras (es) e gestores educacionais da rede pública de educação básica de Cáceres, Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade no estado de Mato Grosso tiveram com os processos de implementação da mencionada Lei. Onde: CineXin e Youtube CineTeatro. Livre.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

20h – Dama da Noite baseado na obra de Caio Fernando Abreu (Teatro Adulto) – Dama da Noite é um porta voz de tantas outras vozes. É uma boca que, aberta, emana o grito aprisionado de um sem-número de bocas que encontraram no silêncio sua melhor fantasia, não por escolha, mas por medo, incompreensão ou falta de outra – e mais digna – opção. (“Olha bem pra mim – tenho cara de quem escolheu alguma coisa na vida?”). (45 min – SP). Texto: Baseado na obra de Caio Fernando Abreu. Direção: Andre Leahun. Atuação: Luiz Fernando Almeida. Onde: YouTube. 16 anos.

Link: https://www.youtube.com/channel/UCKGVXMYx6XT9TI0LlLcG51w

20h – Em casa, em cena, em Cachoeiro (Teatro adulto) – Série de 10 vídeos curtos com leitura on e off de textos cachoeirenses. Os textos foram sugeridos pelo público através de uma chamada virtual. Nos canais sociais, poetas, escritores e simpatizantes da palavra puderam compartilhar poesias, contos, textos autorais, depoimentos e trechos de crônicas e romances.Todos os vídeos foram criados e gravados nas casas do elenco do Grupo Anônimos de Teatro, experimentando objetos, iluminação e sonoplastia disponíveis em seu ambiente residencial a favor de uma criação cênica. Assim, sugerem-se propostas estéticas para cada texto, dando vida aos escritos e possibilidades de criação aos trabalhos. Em isolamento, criando e efetivando o fazer cênico em continuidade, quando tudo estava parado em estado de pandemia. (50 min – ES). Direção: Luiz Carlos Cardoso. Elenco: Luiz Carlos Cardoso, João de Paula Junior e Alessandra Biato. Iluminação: Grupo Anônimos de Teatro. Dramaturgia: Grupo Anônimos de Teatro. Figurino: Grupo Anônimos de Teatro.Cenário: Grupo Anônimos de Teatro. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

20h – Mostra de Teatro e Cinema (SatyriCine) – O projeto – QUINTAIS QUILOMBOLA: MEMÓRIA E IDENTIDADE CULTURAL DO QUILOMBO PITA CANUDO – organizado e coordenado por Jocineide Catarina Maciel de Souza, foi aprovado pela Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer de Mato Grosso/SECEL-MT, Lei Aldir Blanc/2020. O objetivo central desse projeto é a produção de um documentário tendo como recorte a voz e  a história dos quilombolas e os seus quintais como espaços da memória e das identidades culturais de Mato Grosso. Onde: CineXin e Youtube CineTeatro. Livre.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

20h – PRETUS (PerforMix) – Performance musical solo sobre racismo com uma linguagem artística, realizada no quarto durante a pandemia. (5 min – MG). Performance, edição, iluminação, produção e canção: Luc Xander. Onde: Youtube.

Link

20h – XIV Mostra de Dança de MT (DançaMix) – Valorizar, preservar e difundir a identidade cultural de Mato Grosso  inserindo o Estado no cenário artístico da dança, nacional e internacional, possibilitando o intercâmbio e a reunião de diferentes culturas, além da reciclagem e o amadurecimento das artes e o principal objetivo da  Mostra de Dança de Mato Grosso. Onde: Cine Teatro Cuiabá (Projeção Palco) e YouTube Cine Teatro Cuiabá. Livre.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

21h – Arcanos: A comédia mística do universo do tarot (Teatro Adulto) – Você já se meteu em uma confusão que não era culpa sua? É esse o atual dilema na vida de Edu, que após a morte de sua avó Pâmela, ganha de herança um baralho de tarot e na escola faz falsas previsões do futuro, que atrapalham a vida de seus amigos e professores. Essa comédia é um espetáculo de teatro digital interativo com a plateia, abordando questões sobre a adolescência, homossexualidade, morte e tarot. (65 min – SP). Texto e Direção: Flávio Sérgio. Elenco: Bia Assunção, Cíntia Bertolozzi, Fabio Godinho, Ingrid Camboim, Kleiton Ramos, Linei Lopes, Minnie Annie e Nyara Hadassa. Onde: Sympla/Zoom. 10 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/arcanos-a-comedia-mistica-do-universo-do-tarot__1420237

21h – Coleus (PerforMix) – Mateus Caps apresenta esta peça híbrida de som e performance, tendo a musicalidade como personagem principal. O cantor abraça o efeito difuso da intimidade nos dias atuais, com canções de seu EP “Ensaios”. Entre a palavra e poesia, surgem livres reflexões (ao estilo de spoken words) sobre arte, corpo, desejo e redes sociais. (50 min – SP). Cantautor e multiinstrumentista: Mateus Caps. Onde: Instagram @mateus.caps

Link: https://www.instagram.com/mateus.caps/

21h – Deque Áspero (Teatro Adulto) – Treze anos é muito importante. No dia do seu aniversário, tudo ao seu redor parece ser sobre você. Você pediu para os seus pais para ir à piscina. Para te levarem àquela piscina específica aonde – você sabe – fica o trampolim alto por onde já passaram todas as pessoas mais velhas que você. Hoje é o seu dia. Você sobe e faz o que tem que fazer. (25 min – RJ). Texto: A partir de David Foster Wallace. Direção: Jopa Moraes. Elenco: Vitor Schei. Onde: Sympla/Zoom. Livre.

Link: https://www.sympla.com.br/deque-aspero__1420080

21h – Héstia: rumo ao fogo (Teatro Adulto) – Calor. Oxigênio. Combustão. Com as amarras e os moldes impostos no corpo da mulher, a dualidade da objetificação e liberdade foi questionada. Nossas inquietações, assim como o fogo, começam de uma faísca e se espalham você querendo ou não. Essas e outras questões são tratadas pelo espetáculo online para que você vivencie de modo catártico uma experiência crítica reflexiva. (60 min – SP). Texto e Direção: Heloisa Nogueira e Letícia Rodrigues. Elenco: Ana Iost, Carina Esteves, Lorena Bueno Bittencourt e Mariana Pupo. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/hestia-rumo-ao-fogo__1420361

20h – Vermelho Noir, de Clara Averbuck (DramaMix) – A Atriz Ângela, uma mulher de seu tempo mas totalmente transgressora, peita a tudo e todos. Um sucesso na carreira, vive levando rasteiras do Patriarcado Político de Pedra Preta, o fictício país que se incomoda com suas atitudes e morre de medo que ela influencie “mulheres de bem”. Mas quem é “de bem”?. Direção: Clara Averbuck. Elenco: Clara Averbuck. Onde: Sympla/Zoom

Link: https://www.sympla.com.br/vermelho-noir-de-clara-averbuck__1427661

21h – Vizinhança (Teatro Adulto) – O projeto surgiu da necessidade de desenvolver um projeto não apenas adaptado ao online, mas pensado para ele. Desse desafio surgiu o Vizinhança, um espetáculo online, totalmente improvisado, que utiliza as janelas de videochamadas para simular janelas de um edifício. Através de um software, a moldura das janelas são projetadas, definindo uma linguagem realista em que os atores interagem como em janelas reais. (50 min – BA). Direção: Ruan Passos. Elenco: Alexsander Calefo, Alícia Ignácio, Beatriz Benvengo, Jeferson Menino, Lê Moraes, Leo Castilhos, Leo Fukuyama e Ruan Passos. Onde: YouTube.

Link: https://youtu.be/w5iFYfvAPqw

22h – Os Cegos (Teatro Adulto) – No texto de Maeterlinck, adaptado pelo próprio diretor Paulo Rocco, em uma floresta localizada em uma ilha indefinida, um grupo de cegos está vagando perdido, sem saber que o guia deles está morto ao seu lado. Os ruídos da ilha instigam a imaginação de todos, inclusive do público, enquanto os sinais da natureza os envolvem anunciando uma possível ameaça invisível. A montagem é um paralelo com a situação do mundo pandêmico. A peça é uma das principais vertentes do chamado Teatro Simbolista. (50 min – SP). Texto: Maurice Maeterlinck Direção: Paulo Rocco. Elenco: Silvia Castro, Fernando Vick, Eduarda Siqueira, Marcus Ruginsk, Guilherme Dias e Elaine Castro. Onde: YouTube. 12 anos.

Link:  https://www.youtube.com/channel/UCKGVXMYx6XT9TI0LlLcG51w

22h – Viajante (Teatro Adulto) – Uma mulher costura pássaros de pano na praça de sua cidade enquanto espera. Um pai despede-se do filho que parte na porta da sala de embarque de um aeroporto. No interior de um táxi, um homem especula sobre quando foi que perdeu o fio da meada de sua própria; um artista de rua, desses que ficam nos sinais de trânsito das cidades grandes, conta como foi que deixou de esperar pelo porvir. Entre todos eles, apenas um ponto em comum: um viajante que, ao longo de suas andanças, cruza seu caminho com cada um deles e reúne, em si, suas histórias. No espetáculo solo, o ator dá voz ao viajante, que dá voz aos personagens com quem se encontrou, que dão voz às próprias histórias. E enquanto todas essas histórias vão sendo construídas, constrói-se também o encontro com o público e a noção de que é de encontros que nossas histórias são feitas. (50 min – ES). Direção: Fernando Marques. Elenco: Luiz Carlos Cardoso. Iluminação: Carla van den Bergen. Dramaturgia: Fernando Marques. Figurino: Fernando Marques. Cenário: Fernando Marques. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

23h – Os Poetas que Habitam em Mim (Teatro Adulto) – A dramaturgia foi escrita pelo próprio grupo, onde personagens da vida cotidiana se dão a conhecer, de forma lúdica e profunda. Foram criados quatro personagens: um artista plástico sem fama, uma estudante de literatura, uma senhora simples do interior e uma intelectual em terapia. Não obstante as diferentes visões de mundo, todos têm em comum a sensibilidade e um encontro com a poesia e o poético. Neste contexto, fragmentos poéticos atravessam a vida e as reflexões dos personagens. O espetáculo, além de trazer diferentes olhares e reflexões sobre a vida humana e seus valores, procura resgatar poetas pouco conhecidos do grande público, como Orides Fontela, Severino Antonio, Viviane Mosé e Cora Coralina. O texto procura valorizar o regional, como o personagem José da Paz, mas, ao mesmo tempo, com reflexões universais. Enfim, um espetáculo feito para que o público possa sentir e refletir. (53 min – SP) Direção: – Jorge Aquiles Nicoli. Elenco: Antonio Jorge Abdalla, Lucilena de Oliveira Amann, Carmen Xavier e Mirian Barbosa Ribeiro. Onde: YouTube. Livre.

Link: https://youtu.be/wpuDqUBx220

23h – Seis+Um (Teatro Adulto) – Seis personagens e um narrador! Um deles morreu! Quem morreu? Quem será preso? Quais os rumos da investigação? VOCÊ DECIDE!. (45 min – RJ). Texto e Direção: Vitor Schei. Elenco: Bea Aragão, Chico Moraes, Clara Farroco, Giovanna Moura, Lara Bereta, Mariana Tepedino e Vinicius Costa. Onde: Sympla/Zoom. 10 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/seisum__1420246

23h – O dia da formatura da Ely (PerforMix) – Um Breve agradecimento as pessoas que me incentivaram a estudar teatro como minha mãe, Dona Maria, que me ensinou  a correr atrás dos meus sonhos e acreditar neles ao meu pai Geraldo que com certeza está muito feliz, minha amiga Stefanny Konno e todos os amigos ,  ao Corpo Docente da UNEMAT ,Cine Teatro.  Um dia da minha formatura um momento marcante na minha  vida e  de todos os estudantes de teatro da turma de 2019, agora formados e jamais poderia deixar de dizer que o Teco vibrou muito e se emocionou muito neste dia também. (12 min – MT). Eliane Gomes Fonseca, Lucivan Sampaio,  Ismael Diniz, Xico Macedo, Jean Pablo, Léia Dias. Onde: Instagram. Livre

Link: https://www.instagram.com/tv/CWjCyKkAVbf/?utm_medium=copy_link

23h30 – o CéLeBrO dAs LaRgAtiXaS (ou: a formiga que queria ser um homem que queria ser uma formiga) (Teatro Adulto) – Uma formiga que queria ser um homem que queria ser uma formiga, ou um homem que queria ser uma formiga que queria ser um homem, em um monólogo virtual interativo que, no destrinchar de questionamentos como “o que é masculino/feminino?”, busca levantar diálogos sobre como construir um mundo menos esmagador para quem se vê formiga em meio a tantas dicotomias. (45min – SP). Texto: João Ricken. Direção: Arthur Scherdien. Atuação: João Ricken. Onde: Sympla/Zoom. 12 anos. (FORMATO DIGITAL).

Link: https://www.sympla.com.br/o-celebro-das-largatixas-ou-a-formiga-que-queria-ser-um-homem-que-queria-ser-uma-formiga__1420378

23h59  –  Estrela de Cimento (Teatro Adulto) – Jovem foi morta e concretada aos 17 anos por um pedreiro na construção onde ele trabalhava. Dias antes de sua morte pediu ajuda de sua mãe para sair das ruas, a moça foi morar na rua após perder o filho e entrar em depressão. (10 min – ES). Direção: Nieve Matos, Elenco: Thaynara Bromenchenkel, Iluminação: Thaynara Bromenchenkel, Dramaturgia: Érica Carneiro, Figurino: Thaynara Bromenchenkel, Cenário: Thaynara Bromenchenkel. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

SÁBADO, DIA 04 DE DEZEMBRO

11h – Panchatantra Tales (Conexões Internacionais e Satyrianinhas) – Muito antes dos contos dos irmãos Grimm e das fábulas de Aesop os contos de Panchatantra já ensinavam o mundo a como ser humano. Um peça digital interativa online para todas as idades. Redescubra a sabedoria antiga para tempos modernos. A audiência é encorajada a vir com seu melhor traje típico para fazer parte da corte do Rei Sudarshan. Uma produção especial do The Red Curtain International e Dignity Theatre para angariar fundos para indianos em vulnerabilidade social. (70 min – Índia). Produção: The Red Curtain International and Dignity Theatre. Onde: Zoom. Livre. Peça em inglês

Link: https://www.sympla.com.br/panchatantra-tales__1425039

15h – Bate-papo c/ o Coletivo Parque Sonoro – Música: manifestação, (des)construção e identidade (SatyriSom) – O bate-papo vai apresentar o Coletivo Parque Sonoro e mostrar um pouco do seu trabalho através de uma breve vídeo-performance. (30 min – SP). Direção: Cris Pires; Equipe: Alejandro Lopez, Cintia Campolina, Claudia Polastre, Cris Pires, Dan Ricca, Rodrigo Olivério e Zé Alves. Onde: Instagram. Livre.

Link: https://instagram.com/coletivoparquesonoro?utm_medium=copy_link

15h – Cocóncertino (Circo) – Seu Cocó foi convidado para tocar o primeiro movimento do Concertino Opus 11 de Ferdinand Küchler como violinista solista. Resta saber se este palhaço músico dará conta de acompanhar todas as notas desta música clássica. Calcado no humor físico, o número cômico é fruto da oficina de criação orientada por Ricardo Puccetti no Lume Teatro. (7 min – DF). Atuação e Concepção: Pedro Caroca. Onde: YouTube. Livre. 

Link: https://youtu.be/SpFlosg6f3A

15h – São Saruê (Teatro Adulto) – São Saruê é uma adaptação de Nana Rodrigues do Cordel “Viagem ao País de São Saruê” do Paraibano Manuel Camilo dos Santos. É uma terra idealizada e incomum, uma espécie de Canaã Bíblica, revestida com materiais preciosos, a natureza é farta de alimentos. Um monólogo onde o Ator Marcelo Félix envolve a todos numa interpretação visceral, dando vazão aos sonhos dos nordestinos do seu desejo de superar a fome e a pobreza. (6 min – PB). Adaptação e Direção: Nana Rodrigues. Elenco: Marcelo Félix. Onde: YouTube. Livre. 

Link: https://youtu.be/YUOZ6OQSH6I

15h15 – Mais Luz! Mais Luz! (Teatro Adulto) – Mais Luz! Mais Luz! é uma obra em formato digital que mostra a importância da arte e a dificuldade dos artistas nesse período pandêmico, dentre tais dificuldades encontram-se a procura destes artistas para se reinventar e a opressão que sofrem constantemente, chegando a se submeter a várias situações onde suas vozes não são ouvidas. (5 min – SP). Texto: Cia. Subverticamente Correto. Direção: Rayana Miyamoto e Thiago Andreieve. Elenco: Rayana Miyamoto Rick Akira Thiago Andreieve. Onde: YouTube. 14 anos.

Link: https://youtu.be/4M0wBar-zIE

15h15 – Reflexões de Solidão (Teatro Adulto)  – Se trata de um monólogo experimental retratando algumas reflexões de Solidão. (2 min – RS). Criação, atuação, direção de arte e edição: Lih Bacci. Onde: YouTube. Livre.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=kQqM4SmK-U0&t=6s

16h – A Necropolítica Como Condição Estética(SatyriBlack e Oficinas e Workshops) – A aula teórica aborda a partir do conceito de Necropolítica do filósofo, historiador, teórico político Achille Mbembe, ações performativas protagonizada por diferentes artistas negros (as) e coletivos que abrem campo de discussão a partir da estética sobre o genocídio da população negra, tocando em temas e problemas da condição social do sujeito negro à luz de sua permanência na atualidade. (240 min – SP). Facilitador do Workshop: Rodrigo Severo. Produtor Executivo: Felipe Fagundes. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos. 

Link: https://www.sympla.com.br/a-necropolitica-como-condicao-estetica__1424424

16h – Um Minuto Antes do Sol Nascer (Satyrianinhas) – “Um Minuto Antes do Sol Nascer” narra a história de um menino pressionado pelas constantes perguntas sobre futuro e sonhos. Ele encontra em um livro uma cidade em que todos os sonhos do mundo se materializam. E assim, com a possibilidade de encontrar seus sonhos e suas respostas, o menino parte para uma jornada em direção à essa misteriosa cidade. (40 min – SP). Texto: Adriane Hintze. Direção: Adriane Hintze. Atuação: Tsuji. Onde: YouTube. Livre. 

Link: https://youtu.be/-0byFwPAoGk

17h – A Noiva (Teatro Adulto) – A Noiva conta a história do casamento na cultura ocidental utilizando princípios do teatro documentário contemporâneo. O solo discute a influência da performatividade de gênero nas relações afetivas ao mesclar o depoimento pessoal da atriz Vanessa Carvalho e de outras mulheres e homens a fatos históricos. (50 min – SP). Texto, Direção e Atuação: Vanessa Carvalho. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/a-noiva__1420100

17h – Livusia Uma arte secreta – LIVUSIA você já ouviu essa palavra? Ela tem um significado profundo para a personagem que procura reativar as suas memórias emotivas, convidando o espectador, a escutar e também interagir, seguindo, sua história/narrativa passando por vários caminhos entre eles o da saudade, do sofrimento, das dificuldades e perdas até chegar no desvendar da arte secreta que a personagem/atriz escondia. (60 min – Milão/ Itália). Texto: Nazaré Xavier. Direção: Nazaré Xavier e Francesca Braschi. Atuação: Nazaré Xavier. Onde: Sympla/Zoom. 12 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/livusia-uma-arte-secreta__1420384

17h – Primavera. um verbo, de Lucas Moura (DramaMix) – Duas jovens se conhecem em meio à um contexto de revoltas estudantis. Uma delas não concorda com o movimento, a outra quer ficar e lutar. Medos, angústias e dúvidas habitam as duas e dão lugar á uma intensa paixão. Direção: Janaína Castro. Elenco: Millena Conceição e Nicole Sampaio. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/primavera-um-verbo-de-lucas-moura__1424445

18h30 – Os Pássaros (Teatro Adulto) – Livremente inspirada no livro "The Birds" de Frank Baker, a história se passa na cidade fictícia de Castel Hight onde assassinatos misteriosos começam a ocorrer diariamente. Porém, alguns moradores acreditam que o verdadeiro culpado de todo o massacre pode estar mais próximo do que imaginam. (70 min – SP). Texto: Pedro Fagundez. Direção: Tom Garcia. Elenco: Cami Tomita, João Torres, Jura Cipriano, Laura Akemi, Miguel Andrade, Paola Costadi, Talita Ribeiro e Tatiane Resende. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos. 

Link: https://www.sympla.com.br/os-passaros__1420261

19h – Eu Sou Ofélia (PerforMix) – Eu Sou Ofélia , uma mulher sozinha, em meio a reflexões de um mundo caótico , no processo de uma pandemia que assola a todos. Uma mulher em desconstrução, que ao olhar no espelho , vê sua vida refletida nele. Seus fantasmas, medos, inspirações, solidão, desejos, sonhos. Aprendendo a ressignificar sua vida, apesar do caos que norteia o mundo. (20 min – SP). Performer e Produção: Silvia Diaz. Onde: Instagram @silviadiaz2015

Link: https://www.instagram.com/silviadiaz2015/

19h – O inferno é um espelho da borda laranja (Teatro Adulto) – Uma pessoa que não dorme, dentro de uma madrugada sem fim, vive sua jornada em direção ao inferno — e o inferno (por incrível que pareça!) não são os outros, como pensava Sartre, mas um velho espelho da borda laranja. (60 min – SP). Texto, Direção e Atuação: Wander B. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/o-inferno-e-um-espelho-da-borda laranja__1420126

20h – Arte Barata (PerforMix) Onde: YouTube CineTeatro Cuiabá. Livre.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

20h  –  Corpófera (Teatro Adulto) – Interpretado por Érica Ortolan, a obra propõe uma reflexão para os mais diversos desconfortos que as mulheres são levadas a sentir em relação à natureza de seus corpos. Com a estética como ponto central e com referência aos ciclos femininos da vida, uma dramaturgia corporal é costurada como resgate, despertar e conscientização da emancipação corporal feminina. (30 min – ES). Direção: Patricia Miranda e Eliane Miranda. Elenco: Érica Ortolan, Iluminação: Daniel Boone, Dramaturgia: Eliane Miranda, Figurino: Thila Paixão, Cenário: Thila Paixão, Outros: Direção Musical e trilha sonora – Dori Sant’Ana. Onde: YouTube.

 Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

20h – FERRUGEM ou a praga de vossas hortas, de Alice Rocha (DramaMix) – Uma mulher adentra seus sentimentos mais terríveis enquanto discute com outras pessoas que surgem em sua cozinha. Ela pede silêncio para não acordar o filho, mas muitas vezes ela mesma o acorda. Direção e cenografia: Lili Fernandes. Elenco: Alice Rocha. Onde: Sympla/Zoom (FORMATO DIGITAL). 

Link: https://www.sympla.com.br/ferrugem-ou-a-praga-de-vossas-hortas-de-alice-rocha__1424446

20h00 – Manifestu Fervu (PerforMix) – Comunhão de cuerpas livres LGBTQIA+ reivindicando através de versículos de arte & combate o direito de também serem louvadas. O projeto FERVU PROFANU se desenvolve em coletiva, através de investigações téorico-práticas de ritos sagrados e estratégias de enfrentamento ao sistema racista heterocispatriarcal. Ritual festivo de celebração de nossas vidas. Culto profético. (7 min – BA). Direção e Edição: Victor Mota. Dançarines/Performes: Amanda Haubert, Dante Freire, Fêrnande Ayô, Gustavo Oliveira, Jão Nogueira, Kanani, Leviatanu, Marina Lua, Matheus Tarrão, Tati Dias, Victor Mota. Set: Miss Tacaca. Texto Manifesto: Coletiva Fervu Profanu. Onde: Youtube.

Link

21h – Cinzas em Berlim, de Paula Autran (DramaMix) – Entre São Paulo e Berlim, entre o passado e o presente, entre o virtual e o real, um amor e suas cinzas insistem em contar suas histórias. Direção: Paula Autran. Elenco: Marcos Suchara e Luisa Helene. Onde: Sympa/Zoom

Link: https://www.sympla.com.br/cinzas-em-berlim-de-paula-autran__1427815

21h – Pode áudio? (Teatro Adulto) – Uma peça encenada por meio de áudios no WhatsApp, “Pode áudio?” acompanha um dia na vida do personagem, em que ele manda áudios para diversas pessoas da sua vida: o chefe, um aluno, a mãe, a psiquiatra, o ex-namorado. Para cada pessoa, ele mostra uma face de seu estado de espírito. O espectador/a espectadora é convidado(a) a montar esse quebra-cabeças e tentar entender o que aconteceu com ele. (10 min – SP). Direção – Lila Medeiros; Concepção e Roteiro: Wigvan; Ator: Wigvan; Produtora: Bruna Leandro Nunis; Figurino: Lila Medeiros; Comunicação: João Moreno. Onde: Whatsapp. 14 anos. 

Link: https://chat.whatsapp.com/LwRPVzFKluN1C5bcHZZXz0

21h – Ciber (Teatro Adulto) – Ciber é apresentado online, via aplicativo Zoom e foi totalmente inspirado na relação do ser humano com o mundo virtual, intensificada durante a pandemia de covid-19. A história se passa num futuro indeterminado, não muito distante e se inspira em obras do cyberpunk. Discute a relação de humanos e máquinas, em um mundo controlado por uma inteligência artificial. O disparador da pesquisa foi o livro Neuromancer, de William Gibson, de onde a diretora tirou provocações para trabalhar com o elenco num laboratório de criação de cenas, algumas delas incorporadas ao texto final. (90 min – ES). Texto e Direção: Vanessa Frisso. Elenco: Amane Cielly, Cássia Capellini, Eva Andrião, Fabiane Galiza, Zaya Granado, Math Caruso, Paulo Coelho e Roger Ferreira. Onde: Sympla/Zoom. 18 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/ciber__1420314

21h – Samenô! : Vaia! (Teatro Adulto) – Recortes da vivência “Vaia”, em experimentação, pelo Grupo em Pesquisa Samenô. (90 min – MG). Direção e Autoria Coletiva: Letícia Pereira e Dani Silva. Onde: Sympla/Zoom. 18 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/sameno–vaia__1420161

22h – Eco, de Carol Pitzer. Leitura dramatizada (DramaMix) Eco não é um espetáculo. É casa de tabuleiro de O Som de Antes. Casa isolada. É parte de uma peça-delírio. É virtual à espera da presença. É um pouco de um algo híbrido. À espera de sequência e outros dias e outros sons. Direção: Carol Pitzer e Malu Frizzo. Dramaturgia e concepção cênica: Carol Pitzer e Malu Frizzo. Orientação artística: Lubi Marques. Colaboração sonora: Fernando Sampaio. Elenco: Malu Frizzo. Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/eco-de-carol-pitzer__1424453

22h – Jardim da Conquista, de Celso Cruz (DramaMix) – Um dia ele foi professor e violonista, hoje vive do cobre roubado dos túmulos da cidade.  Enquanto exerce seu ofício, no meio da pandemia, ele conversa com figuras do limiar da madrugada e sonha com amor e liberdade no Jardim da Conquista. Direção: Celso Cruz. Elenco: Marcos Suchara. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/jardim-da-conquista-de-celso__1427818

22h  –  Las Líneas (Teatro Adulto) – Indagação física-poética sobre os vínculos entre uma mulher e os territórios que ela ocupa, suas memorias e seus rastros. Uma história de caminhos e espaços tecidos entre um corpo e as linhas ao seu redor. (30 min – ES). Direção: Ivna Messina, Elenco: Lucía Reizner, Iluminação: Daniel Boone, Dramaturgia: Lucía Reizner, Figurino: Thila Paixão, Cenário: Thila Paixão. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

23h30 – ALEGORIA (Teatro Adulto) – Uma representação exagerada para algo corriqueiro! Em alegoria, o público é convidado a enxergar a vida sobre a ótica da linguagem Drag, caminhando com a Drag Queen Lara Lestrange, por momentos de sua trajetória como artista e ser humano. O espetáculo é todo costurado por números de dublagem, trazendo a nostalgia dos tempos de glória das Drags em boates. Já o texto, convida a acompanhar a jornada de uma artista em meados de sua carreira: seus conflitos, suas memórias, suas vulnerabilidades e reflexões. (50 min – SP). Texto: Marthins Machado. Direção: Tom Garcia. Elenco: Lara Lestrange. Onde: Sympla/Zoom. 14 anos. 

Link: https://www.sympla.com.br/alegoria__1420319

23h30 – Pais de Planta (Teatro Adulto) – Conta a história do relacionamento de Bruno e Júlio, que passam pelo delicado momento da Pandemia.Em sessões de terapia esclarecedoras, Dra. Lillian os faz lidar com problemas maiores que a convivência em isolamento social. (60min – SP). Texto e Direção: João Hannuch. Elenco: Ângela Bertolini, Felipe Leite e Rodrigo Sodré.Onde: Sympla/Zoom. 12 anos. 

Link: https://www.sympla.com.br/pais-de-planta__1420173

DOMINGO, DIA 05 DE DEZEMBRO

14h – O Labirinto de Sol (Teatro Adulto) – Uma mulher presa num labirinto tenta encontrar pistas para sair dali enquanto lida com seus traumas. (45 min – Santa Cruz / México). Texto, Direção e Atuação: Danielle Lima.. Onde: Sympla/Zoom. 14 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/o-labirinto-de-sol__1420175

15h – Bate-papo c/ o Coletivo Parque Sonoro – Música: manifestação, (des)construção e identidade (Satyrisom) – O bate-papo vai apresentar o Coletivo Parque Sonoro e mostrar um pouco do seu trabalho através de uma breve vídeo-performance. (30 min – SP). Direção: Cris Pires; Equipe: Alejandro Lopez, Cintia Campolina, Claudia Polastre, Cris Pires, Dan Ricca, Rodrigo Olivério e Zé Alves. Onde: Instagram. Livre.

Link: https://instagram.com/coletivoparquesonoro?utm_medium=copy_link

16h – OFICINA O TEATRO E A RUA (Oficinas e Workshops) – A OFICINA O TEATRO E A RUA é um workshop livre que visa dialogar sobre o teatro de rua, trazendo jogos, depoimentos, trechos de espetáculos e dicas para a encenação em espaço aberto. A oficina é livre, aberta a qualquer público que queira desenvolver esse gênero do fazer teatral. A oficina está dividida em 4 episódios de 30 minutos e traz técnicas de voz, de amplitude, musicalidade e improviso. Vamos sacudir a praça! (120 min – RJ). MINISTRANTE: LUCIANA EZARANI ELENCO: ANGEL BEATRIZ, MARIANA JACÓ, IGOR CRUZ E JENNYFER ALVES DEPOIMENTOS: LUCIANA GIACOMAZZE, RACHEL NUNES, ANILIA FRANCISCA, ROBERTA BAHIA, GUSTAVO FONSECA, CARLOS OLLA, CAROL SCABORA. Onde: Youtube. Livre.

Links:

EP 1 https://youtu.be/DeA6X52lY84

EP 2 https://youtu.be/Ra_TudmrX_g

EP 3 https://youtu.be/yN2UBlDxD18

EP 4 https://youtu.be/JmKBqP8R-ZQ

16h – Onde Habitar? Relatos de Carolina Pós Pandemia (Teatro Adulto) – Em busca de algo a mulher tem que habitar. Onde poderá habitar este corpo que saiu do isolamento? Carolina tem fome e percebe em si a saudade do mundo lá fora. Como sobrevive um corpo inerte? Onde habita aquele que não mais se reconhecei? Procura-se o sonho de uma mulher que parou de sonhar. Ela se chama. Maria Carolina de Jesus, em seu quarto de despejo, pós pandemia. (20 min – PR). Direção e Atuação: Lira floré. Onde: Sympla/Zoom. Livre.

Link: https://www.sympla.com.br/onde-habitar-relatos-de-carolina-pos-pandemia-sinopse__1420181

16h30 – LIVE COM SANTUÁRIO VALE DA RAINHA – Bate-papo de Dani Moreno e Julia Bobrow com o Santuário Vale da Rainha (@ahimsa.santuariovaledarainha) (Satyribichos) O Santuário Vale da Rainha sustenta o propósito de resgatar e conscientizar, unindo compaixão e consciência como duas asas que juntas possibilitam o voo que é o serviço.

A jornada no Santuário Vale da Rainha começou em 2011 quando o casal Patrícia e Vitor decidiu sair da cidade e se reconectar com a natureza. Desde então, com o apoio de voluntários, realizam programas para contar histórias de Mestres Animais com a aspiração de conscientizar pessoas com o intuito de prevenir novas vítimas. Mestres denominados por nos ensinarem o perdão e amor incondicional. No local também ioga e meditação, ferramentas para desenvolvimento pessoal. Coisas não mudam. Pessoas mudam. Pessoas mudadas mudam o mundo.

Local mágico localizado na zona rural de Camanducaia, o Santuário hoje abriga mais de cem Mestres Animais entre bois, porcos, cavalos, jumentos, cabras, ovelhas, aves, cães e gatos resgatados vítimas de maus tratos, promovendo um importante trabalho emocional abrangendo compaixão que alcança também humanos que somos.

O Santuário é uma associação sem fins lucrativos, para custear as despesas que envolvem alimentação, tratamentos, instalações e manejo de Mestres Animais que ali vivem e eventualmente são resgatados. O santuário além da subsistência através de parcerias, vivências, aulas de ioga e meditação, com humildade aceita colaborações para promover vida digna a estes Mestres, que diariamente nos ensinam do amor e do perdão. Onde: Instagram @ossatyros

Link: https://www.instagram.com/ossatyros/

18h – Dark Room (Teatro Adulto) – Recluso em seu círculo do horrores, o sádico cientista Calígula Blue decide criar um terceiro sexo, e como cobaia primordial de seu experimento será sua sobrinha Lady Daphne. O espetáculo traz como base de pesquisa a obra “Bluebeard” de Charles Ludlam. Trazendo os mesmos elementos do clássico dos anos 60 o elenco é composto por artistas de diversos gêneros e artistas drag-queens. (93 min – SP). Texto: Pedro Fagundez. Direção: Jonatan Cabret. Elenco: Lara Lestrange, Guilherme Brasil, Jorge Luiz Alves, Moyá, Mariana Camargo, Hiago Christe, William Harper e Luis Eduardo. Onde: Sympla/Zoom. 14 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/dark-room__1420188

18h – Happy Birthday (PerforMix) – Uma mulher sozinha, em um mundo pós-pandemia , passa seu primeiro aniversário, após muitas perdas que aconteceram no ano anterior. Em uma reflexão de um futuro incerto, onde nada poderá ser considerado definitivo, absolutamente nada. Seus fantasmas, seus fracassos, sua solidão, suas conquistas, sua vida no presente. Seu primeiro aniversário, em plena reconstrução: Resiliência!!. (20 min – SP). Performer e produção: Silvia Diaz. Onde: Instagram @silviadiaz2015

Link: https://www.instagram.com/silviadiaz2015/

18h – Quando eu era fofo (Teatro Adulto) – Este trabalho é parte do conjunto de avaliações do terceiro módulo do Curso de Teatro da Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música – FAFI. Partir em quatro para lhe deixar ver. Retirar do corpo o peso. Respirar. É teatro? A partir dos disparadores do Teatro Épico de Bertolt Brecht, em cena se concebeu a ditadura da beleza, O corpo gordo e a briga constante com “o que é ser bonito?”. Um universo ainda de mutilação instantânea natural e inconsciente. (28:47 min – ES). Orientação de Processo: Nieve Matos. Preparação Vocal: Priscila Reis, Preparação Corporal: Roberta Portela, Outros: Produzido no período pandêmico, em isolamento social. Onde: YouTube.

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

19h – Grão-mundo, de Denizart Fazio (DramaMix) – Depois de uma noite em claro, duas mulheres tentam se reconciliar com as marcas do tempo, com suas feridas e as lacunas do passado, enquanto passam um café. Direção: Denizart Fazio. Elenco: Janaína Mello e Marcela Harano. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/grao-mundo-de-denizart-fazio__1427813

19h – Memórias em Trânsito (Teatro Adulto) – “Memórias em Trânsito” revela sentimentos profundos de uma jovem refugiada em uma busca aflitiva por sua verdadeira identidade. O estigma deixado pela guerra e pela necessidade de abandonar o próprio país para sobreviver convidam o expectador a imergir em sentimentos universais que o conduzem em conjunto com a protagonista de encontro a uma força infinitamente mais poderosa do que qualquer fronteira criada pelo homem. (12 min – MA). Texto: C`ayu Tze. Direção: Jehan Michel. Atuação: C`ayu Tze. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/memorias-em-transito__1420669

19h30 – Galileu, Brecht e Eu (Teatro Adulto) – Em meio a pandemia mundial da Covid-19 o ator e de uma onda obscurantista e negacionista o ator, dialogando com Bertold Brecht, conta a história de Galileu Galilei, conhecido como o Pai da Ciência Moderna. (13:55 – mim – ES). Direção: Nieve Matos, Elenco: Antonio Marx, Iluminação: Antonio Marx, Dramaturgia: livremente inspirado em “Galileu Galilei” de Bertold Brecht, Figurino: Marcelo Braga, Cenário: Antonio Marx. Onde: YouTube. 

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

20h – (in)confessáveis – MIX I, II e III Coletivo Impermanente (Teatro Adulto) – 41 atores e atrizes fazem seus minissolos confessionais em três salas simultâneas. O público responde à uma enquete anônima ao final de cada cena, julgando-a como verdadeira ou falsa. Cada sala promove um ganhador. Numa segunda rodada, as salas se reúnem e o público, agora em sua totalidade, assiste aos três mais votado. Novamente escolhem o grande vencedor da sessão. Ao final, os atuantes e a direção abrem uma roda-de-conversa a respeito do processo e da apresentação. (60 – min SP). Dramaturgia e direção: Marcelo Varzea. Co-direção – Brenda Nadler, Talita Tilieri e Vini Hideki. Direção de fotografia: Vini Hideki. Assessoria de Imprensa: Renan Rezende. Design Gráfico: Guilherme Trindade. Produção: Leonardo Devitto. Festival Satyrianas. Onde: Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/inconfessaveis—mix-i-ii-e-iii-coletivo-impermanente__1427284

20h – Colônia é aqui (Teatro Adulto) – O exercício cênico COLÔNIA É AQUI, é inspirado na dramaturgia homônima da dramaturga Priscilla Gomes e no livro Holoclausto brasileiro, de Daniela Arbex e no documentário Em nome da razão, de Helvécio Ratton.O exercício propõe uma viagem ao tenebroso universo do manicômio Hospital Colônia de Barbacena, em MG. As personagens e os rascunhos que desfilam na tela são baseados em pessoas reais,  que por não atenderem a um ideal de “normalidade” imposto pela sociedade, foram mandadas para o “depósito de enjeitados” que se tornou o hospital Colônia. Foram quase 80 anos de violação de direitos, trabalho escravo, fome, frio, tortura.80 anos de estupros, adoções ilegais, tráfico de corpos e práticas tão volentas que fazem até o indivíduo mais lúcido se desconectar da sua humanidade. O espetáculo também é um lembrete de que o “passado é émula do tempo”, por isso deve ser revisitado criticamente, principalmente em tempos tão sombrios, em que políticas genocidas e higienistas estão sendo recuperadas e pondo em risco os corpos que não se enquadram dentro do que é posto como ideal. (14:16 min – ES). Onde: YouTube.

Link: www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

20h – Eu tô rindo, mas é de desespero, de Rachel Ripani (DramaMix) O que esperar quando você está esperando…ser uma mulher. As etapas da vida feminina trazidas em 1a pessoa, em toda sua risível glória e horror. Direção:  Lena Roque. Elenco: Rachel Ripani. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/eu-to-rindo-mas-e-de-desespero-de-rachel-ripani__1424458

20h – “O que temos pra hoje”, de Thiago Tenório (DramaMix) – Num futuro onde os teatros foram destruídos, uma personagem soterrada recebe a inesperada visita da plateia. Direção: Herácliton Caleb. Elenco: Bruno César de Oliveira. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/o-que-temos-pra-hoje-de-thiago-tenorio__1427819

​​20h30 – Quando a mulher não se rende: a sabedoria feminina (Contação de Histórias) – O que faz a mulher quando se vê diante de um pai que deseja submetê-la à sua vontade, de um ogro que anseia por devorá-la ou de demônio que escraviza as mulheres de sua aldeia? Como ela reage? Que saídas ela encontra para não se entregar e fazer valer quem é? Como ela salva a si e às outras mulheres? Na escuta de contos tradicionais vamos descobrir as estratégias adotadas por estas mulheres corajosas, astutas, solidárias e sábias. (60 min – SP). Recontos, narração e direção de Tininha Calazans. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/quando-a-mulher-nao-se-rende-a-sabedoria-feminina__1424377

20h30 – Terminal só (Teatro Adulto) – Com a direção de Nelson Baskerville, 09 artistas, valendo-se da autoficção, apresentam crônicas criadas no isolamento de suas casas durante a pandemia causada pelo Coronavírus. (90 min – SP). Texto e Direção: Nelson Baskerville.  Elenco: Ana Carolina Bonetti, Andrea Leopoldino, Juliana Mesquita, Lucca Oliveira, Luciana Caruso, Michelle Braz, Paula Liberati, Ricardo Valle e Vinicius Aguiar. Quando: Dom, 05/12 às 20h30. Onde: Sympla/Zoom. 16 anos.

Link: https://www.sympla.com.br/terminal-so__1420200

22h – CONTRACAPA (Teatro Adulto) – Em meio a uma pandemia interminável, um grupo de pessoas de diferentes lugares usa um clube de leitura como desculpa para se relacionar. Entre conversas casuais, reflexões profundas e até mesmo discussões calorosas vamos nos identificando com as vulnerabilidades de cada uma dessas figuras e aos poucos percebendo que a leitura e a imaginação são possibilidades reais para preencher os nossos vãos. (90 min – SP). Direção e Dramaturgia: Maristela Chelala. Argumento: Maristela Chelala e Gabriela Karam. Produção: Cia Janelas Abertas. Onde: Youtube. 12 anos.

Link: https://www.youtube.com/OsSatyrosCiadeTeatro

21h – Começo do Fim, de Gabriela Mellão (DramaMix) – A obra audio-visual transforma em jornada afetiva os símbolos criados pelo inconsciente de uma mulher. Ela lida com os conflitos de um relacionamento enquanto seus sonhos já vislumbram o fim. Coreografia:  Reinaldo Soares. Vozes: Luna Martinelli e Eucir de Souza. Iluminação: Aline Santini. Projeção:  Rafael Drodro. Elenco:  Liris D. Lago e Reinaldo Soares. Câmera: Aline Santini, Rafael Drodro e Gabriela Mellão. Onde: Sympla/Zoom.

Link: https://www.sympla.com.br/comeco-do-fim-de-gabriela-mellao__1424462

21h30 – Leitura dramática da peça “Liquidação” (Teatro Adulto) – Embalado pela Pop Art, mais precisamente pelas obras de Andy Warhol, o texto dramático “Liquidação” apresenta dois atuantes/performers atravessando e sendo atravessados pela indústria cultural no desejo de conquistar um espaço junto às estrelas do cinema, às divas da música e todo tipo de celebridade que tem seu nome atado a uma mercadoria como o objetivo de aumentar o faturamento das vendas. Onde: Transmissão ao vivo no YouTube CineTeatro Cuiabá. 12 anos.

Link: https://www.youtube.com/playlist?list=PLJs1OidbrqIbRogDp0hFG_JeKD8wYCKCc

23h – O pobre, a podre e os perversos (Teatro Adulto) – Após a morte da mãe e o abandono do pai, os irmãos Laércio e Helena seguem o rumo da sua vida separadamente, enquanto Laércio vive uma vida de tabulações sendo escravizado e abusado sexualmente, Helena traça uma jornada em busca do poder absoluto e controle da humanidade. A vida de ambos está prestes a mudar quando o destino inserto coloca-os frente a frente e a partir desse momento, o pobre Laércio conhecerá a podridão humana que sua irmã se tornou ao conviver com os mesmos perversos que arruinaram a sua vida.Após a morte da mãe e o abandono do pai, os irmãos Laércio e Helena seguem o rumo da sua vida separadamente, enquanto Laércio vive uma vida de tabulações sendo escravizado e abusado sexualmente, Helena traça uma jornada em busca do poder absoluto e controle da humanidade. A vida de ambos está prestes a mudar quando o destino inserto coloca-os frente a frente e a partir desse momento, o pobre Laércio conhecerá a podridão humana que sua irmã se tornou ao conviver com os mesmos perversos que arruinaram a sua vida. (120 min – SP). Texto e Direção: Jonatan Cabret. Elenco: André Mayers, Cleiton Santos, Nyara Hadassa, Júlia Francez, Marcela Borges, Miguel Andrade, Rafael Augusto, Tom Garcia, Talita Ribeiro, Vinicius Facó e Vitor Cica Moura. Onde: Sympla/Zoom. 18 anos. 

Link: https://www.sympla.com.br/o-pobre-a-podre-e-os-perversos__1420095


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook