Olhares

Olhares: Poéticas e Críticas Digitais

Projeto realizado a partir de curso ministrado por Amilton de Azevedo, ator, pesquisador e crítico teatral, “Olhares: Poéticas e Críticas Digitais”, em parceria com a SP Escola de Teatro. Durante a Satyrianas, são desenvolvidas críticas de obras escolhidas dentro da programação do festival. Os textos dos participantes serão publicados no site e nas redes sociais da SP Escola de Teatro e da Satyrianas. 

Onde: No site do Festival
www.satyrianas.com.br 

Confira as críticas:

“O FUTURO”: IMPORTANTE CHEGAR DESAVISADO

Os espelhos de “Parto”, entre morte e nascimento

“Conselho de Classe”: realidade, perplexidade, inspiração

“Quarentenegação” e a ficção sutil que conecta angústias

“Zé do Burro no TikTokVerso” acerta ao atualizar personagem com artifícios do aplicativo em espetáculo que exalta a resiliência humana

Ninguém vai ao teatro para ficar sozinhe: as janelas de possibilidades em “Dentro”

Em “Novos Normais”, Os Satyros não esquecem das velhas saudades

“Eu queria que alguém percebesse, mas ninguém percebeu” e o perigo da indiferença

Memes, filtros e efeitos sonoros levam Dias Gomes para as redes sociais em “Zé do Burro no TikTokVerso”

Em “Mojubá”, o louvor permanece lamento

Colocar no corpo as angústias sentidas (ou os muitos pesos de um mesmo pássaro morto)

Sem cair no clichê, “Pérolas” surpreende com crônica dilacerante sobre travestis no mundo da prostituição 

O que fazer?

“Mojubá” tem fome do que é mais caro: carta ao Grupo de Teatro Fântaso

“O FUTURO” ou SE FOR ASSISTIR VÁ NA PAZ


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook