Música

Música

2DE1 Ao Vivo – O show 2DE1 Ao Vivo é uma experiência musical e política! Com letras que falam de amor e de liberdade. Porque amor sem liberdade não é amor. As músicas usam influências e o groove da old black music, do R&B, com ares pop e eletrônico. (60 min).
Vocal: Fernando Soares – Guitarra e vocal: Felipe Soares – Bateria, Sampler e Backing Vocal: Nico Paoliello – Baixo: André Bruni – Teclados e Synth: André Bruni.

Quando: Sáb, 04/11 às 18h15. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre. 

 

Alencastro ao vivo no Satyrianas 2017 – No nosso show vamos tocar nosso repertório de músicas autorais do nosso novo álbum “Autobahn Tietê” que está prestes a ser lançado com performance, dança e figurinos. O estilo musical transita entre o Pop/Electro/Rock/funk abordando temas como diversidade, vida noturna, sexo e muito mais. (45 min).
Voz e Dança: Rodrigo Massot. Guitarra e Eletrônicos: Eduardo Wurster Albuquerque. Bateria e Percussões: Luciano Nogara.

Quando: Dom, 05/11 às 20h30. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

Aline Machado apresenta: Looperíneo Ativado – Espetáculo autoral, urbano, tropical, árido e brasileiro que difunde a música excêntrica cantada e dançada, poesia, circo e teatro com foco na representatividade feminina e na valorização, inovação e disseminação da cultura tradicional latino brasileira. (60 min).  Vocal e Instrumental: Aline Machado. Performer: André  Mutton.

Quando: Sex, 03/11 ás 21h. Onde: Casa Do Baixo Augusta. 14 anos. 

 

Canto de Aruanda – Música Popular Brasileira (Samba, Baiao, Ijexá – Ritmos Brasileiros). (80 min). Vocal: Thiago Pach. Teclado: Nelsinho Freitas. Percussões: Tito Galembeck. Violão: Luciano Cossina. Baixo: Raphael De Assys.

Quando: Sáb, 04/11 às 15h. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

 

Cobra Coral – O grupo apresenta performance do seu recém-lançado EP, “Cobra Coral”, com repertório de música e oralidade, experimentando manifestações e gêneros como poesia falada, rock, trip hop, carimbó, psicodelia, além da livre adaptação de pontos tradicionais das matrizes afro-indígenas brasileiras. (40 min). Vocal: Paula Flecha Dourada. Violão e Efeitos: Caco Pontes. Bateria e Percurssão: Denis Lisboa. Guitarra: Renato Soares. Baixo: Milton Pelegrini.

Quando: Dom, 05/11 às 22h30.  Onde: Casa Do Baixo Augusta. 12 anos. 

 

Demos Desengavetadas – Eletrônico, gótico (synthpop/EBM), com vocal. Músicas autorais, em inglês, espanhol e português. (40 min).
Interprete, autor e DJ: William Raphael.

Quando: Sáb, 04/11 às 20h15. Onde: Casa Do Baixo Augusta. 10 anos.

 

Dj Marina Lopes – Pesquisa e ama samba de raiz e outras brasilidades. Há 4 anos toca na tradicional roda de samba do Bixiga, além de já ter participado de diversos projetos. É idealizadora e produtora do Samba do Sol. Há pouco começou a levar seus vinis para rodar em diferentes bares de SP, sua pesquisa varia entre diferentes estilos musicas, passeando pelo Samba de Raiz, é claro! Acredita que com amor e música podemos transformar as pessoas!

Quando: Sex, 03/11 às 23h. Onde: Teatro dos Arcos. 16 anos.

 

Electrum – O show do Valv Trio (Jazz/Instrumental) intitulado “Electrum” apresenta o repertório autoral do trio que estará no primeiro disco. Fundindo batidas eletrônicas à improvisação do jazz, timbres reais à virtuais e efeitos de áudio e vídeo, o trio vive no que há de mais moderno na música instrumental. (60 min). Bateria: Bruno Hernandes – Guitarra: Felipe Julio – Guitarra: Marcelo Borges.

Quando: Dom, 05/11 ás 15h. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

 

Loupha ’66 – Puro Classic Rock, desde Dion e Elvis a Beatles etc. a Bryan Adams. (55 min). Canto, Guitarra Solo e Teclados: Marcos “Vermelho”Ficarelli. Violão e Teclados: Roger Divila. Baixo: “Steve” Luiz Fontoura. Bateria: “Gepetto” Cesare Frezzato.

Quando: Sex, 03/11 às 18h30. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

 

Luiz Pinheiro e Valter Gomes em Acústico – Show de MPB autoral, com músicas de CDs anteriores e do próximo trabalho de Luiz Pinheiro, que se encontra em elaboração. Luiz Pinheiro canta, toca, fala poemas de sua autoria e é acompanhado por Valter Gomes. Na formação de dois violões e voz, Luiz pretende ressaltar a essência de suas canções. (75 min).
Violão e Voz: Luiz Pinheiro. Violão: Valter Gomes.

Quando: Sáb, 04/11 às 22h30. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

 

LUZIA – LUZIA é a banda composta por 5 pessoas. A ideia é a personificação dessa personagem através da performance musical. As musicas carregam uma mesma identidade, mas são bem diferentes entre si. Desde samba, a jazz, musica clássica, rock, experimental e groove. (45 min).
Vocal: Luísa Manzin. Guitarra: Renato Putini. Teclas: Pedro Ascaleta. Baixo: Helena Cruz. Bateria: Pedro Lacerda.

Quando: Sex, 03/11 às 23h. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

 

Obanajé – Obanajé é um duo que mistura blues com cantos e ritmos tradicionais da umbanda, nascendo assim o “macumblues”. Tito Galembeck com uma bateria montada com atabaque no lugar da caixa e uma alfaia para bumbo e Luiz’ebu com sua voz densa e violão slide marcante lançam Obanajé. (60 min). Bateria e Percussão: Tito Galembeck. Guitarra e Vocal: Luiz’Ebu.

Quando: Sex, 03/11 às 16h30. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.   

 

Perca-seCarlos Giannazi, que é compositor e gravou o CD autoral  “Pela margem”, cantará músicas de sua autoria, de Tom Jobim, Caetano Veloso, Jorge Mautner e Luiz Gonzaga. O show terá uma versão acústica, com voz e violão.

Quando: Sáb, 04/11 às 18h00. Onde: Satyros Um. Livre.   

 

Sarau dos Imigrantes – O Sarau dos Imigrantes traz para as Satyrianas uma
edição especial dedicada à música latino-americana. O projeto, que já realizou
10 edições no palco do lobby dos Parlapatões, reúne desta vez artistas ligados
à música de resistência da hispano-américa. Convidados brasileiros e
estrangeiros releem o repertório de Violeta Parra, Victor Jara, Mercedes Sosa,
Pablo Milanés, entre outros e reservam surpresas autorais para uma noite
intercultural.(120min). Presenças confirmadas: Aleksey Benavides Rodriguez,
EntreLatinos, Hilton Acioli, Irajá Menezes, Jéssica Areias, João Paulo
Nascimento e Renata Espoz (Resostenido). Quando: Sáb, 04/11 às 18h30. Onde: Espaço dos Parlapatões. Livre.

 

SaraundSystem – Manoel Bandeira – INTERPRETAÇÃO MUSICAL DE POEMAS DO ESCRITOR MODERNISTA MANOEL BANDEIRA AO SOM DE RAP. (60 min). Sonoplasta: David Bemfica. MC: Rafael de Melo Sampaio (FINO DFLOW). Cenografia: Erika Neves. Produção: Tabata Mendes

Quando: Dom, 05/11 às 18h30. Onde: Casa Do Baixo Augusta. Livre.

Show Papo de Corda – (Alaby reside atualmente em São Paulo capital; iniciou
a carreira na infância e logo buscou informação e conhecimento apurado.
Desde então, estuda a música. Como guitarrista atuou em várias bandas e
grupos de shows e bailes, bem como para artistas católicos de renome.
Músico, cantor, instrumentista, produtor, arranjador, compositor de mais de 100
canções com dois discos gravados: “Bate Papo de Corda” (2012) que foca a
dinâmica do diálogo entre os instrumentos, criando um álbum bem
descontraído, mas com um conteúdo para estudos musicais bem avançados;
“Desapego” (2015) compõe a antologia poética da pesquisa, trazendo a
dinâmica do Papo de Corda (dialogo entre os instrumentos), neste vez com
uma ideia madura e articulada na cultura do folclore brasileiro, com ritmos afro-
brasileiros e a importância musical e construção dos ritmos do país.
O Projeto Musical Cultural “Papo de Corda” de Alaby leva a uma quantidade
máxima de pessoas a verdadeira cultura e importância do povo
afrodescendente. Alaby tem um trabalho musical instrumental e vocalizado,
voltado à cultura afro-brasileira, tanto quanto a poesia; compondo assuntos
relacionados ao negro afrodescendente, e veementemente discutindo o
preconceito.
Tanto o disco “Bate Papo de Corda” quanto “Desapego” são trabalhos com
composições próprias e com parcerias, porém, os arranjos e a produção toda é
autoral, compondo uma linguagem da nova MPB, mas em destaque com a
cultura do folclore brasileiro, inclinado aos ritmos afro-brasileiros e a sua cultura
que tanto representa o Brasil.(80min). Quando: Qui, 02/11 às 19h. Onde:
Espaço dos Parlapatões (Palquinho). Livre.

 

Show Trejeitos – O Trejeitos inicia suas atividades em 2016 constituído pelos
violonistas e cantautores Luiza Gaião, Victor Fernandes e Pedro de Grammont.
O trio reúne participantes de uma geração da música mineira que vem se
destacando pela potência e irreverência nas pesquisas e experimentações.
Com três violões e três vozes em palco, ressoam autorias musicais em
composições de atmosfera intimista, que partem do simples e se desenvolvem
rumo a seus ápices de elaboração. A junção desses universos permite um som
surpreendente e de forte expressão para os ouvidos. (80min). Quando: Sex,
03/11 às 23h. Onde: Espaço dos Parlapatões (Palquinho). Livre.

 

Tributo ao Raul Seixas “O Filósofo do Rock” – Raul Seixas “O Filósofo do
Rock”, além de espetáculo teatral, é uma leitura real e fictícia do mundo real e
imaginário do gênio Raul, de sua lucidez enquanto criava e seu inferno astral
quando com o pé firme no chão defrontava com a realidade dura e crua da
vida, como um ciclista em cima de sua bicicleta, Raul tentava equilibrar-se. O
imaginário era impossível, o real era duro demais para ser verdade.
Desse Antagonismo surgia a criação, era preciso criar, era preciso viver…
Para quem era, como era genial, diferente não poderia ser! Todas as palavras do texto foram escritas pelo próprio Raul. A concepção, a arquitetura e a montagem do texto e resultado de uma pesquisa vasta realizada
pelo arquiteto e encenador do texto.
O trabalho corporal personaliza o espetáculo e possibilita ao espectador um
encontro com o que existe de mais real e mágico ao mundo do sempre vivo
maluco beleza. (80min). Quando: Sext, 03/11 às 19h. Onde: Espaço
Parlapatões. (Palquinho). Livre.

 

Voodoo Jazz – Num cenário perigoso, onde é impossível de definir se estamos no passado, no presente ou no futuro, nos permitimos contrapor esse perigo que nos ronda ao perigo se sermos quem somos. Assim que apresentamos o nosso Voodoo Jazz, com danças furiosas e poesias marginais e artes visuais fantasmáticas. (60 min). Texto: Academia Voodoo de Corpo e Baile. Direção: Academia Voodoo de Corpo e Baile. 

Quando: Sáb, 04/11 às 20h. Onde: Presidenta Bar. Livre.  


Sobre o Autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook