Espaço Parlapatões

RETOMADA PARLAPATÕES

Endereço:  Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, São Paulo – SP. 

QUINTA–FEIRA, DIA 2 DE DEZEMBRO

22h – Banda Bolero Freak (SatyriSom) – Com seu ritmo e cores a Bolero Freak é um pouco do sarcasmo suingado de Caetano e Gil, da elegância nada sutil de Gal e Bethânia, da psicodelia performática dos Secos & Molhados, da “batida sarrada” do Axé e do Funk e da estranheza performática e provocativa da Bolero Freak. Voz: Daniel Lotoy e Renata Versolato; Bateria: Abner Paul; Baixo: Renato Leite e Thor Moura; Sanfona: Daniel Warschauer; Guitarra: Evandro Ferreira.

SEXTA–FEIRA, DIA 03 DE DEZEMBRO

21h – AntiMadox (Teatro Adulto) – AntiMadox traz a história de três moradores de uma cidadezinha que tem uma visão de mundo e suas verdades pessoais abaladas pela chegada de um forasteiro: o misterioso Madox. Texto e direção: Rodrigo Pocidônio e Louise Belmonte. Elenco: Beto Amorim, Matteo Bonfitto e Suia Legaspe.

23h – Inquisição (SatyriSom) – Experimentando suas composições em formato voz e violão, Antevez Machado apresenta um olhar para o mundo a partir do interior de um ser desejante: amores e conflitos internos se entrelaçam na falta de fé no “eu”e sua capacidade de agir. (25 min – SP).

SÁBADO, DIA 4 DE DEZEMBRO

16h10 (versão Halem) e 17h10 (versão Yérus). – Yérus Halem (Teatro Adulto) – Estreia – Yérus Halem, de Hugo Possolo, foi escrita e está estreando em plena pandemia do Covid 19, e faz sua estreia mesclando atuações presenciais com a projeção de gravações como público presencial, antes ser disponibilizada pela internet. A montagem traz a opção do público de assistir a versão de cada um dos personagens título: a versão de Yérus ou a versão de Halem. A personagem Lativa conta a história que viveu com os dois, um jovem judeu ortodoxo e um jovem palestino que fazem amizade após uma explosão em Jerusalém que pode gerar uma guerra nuclear. Sobre amizade e preconceito a peça conta com diversas participações de artistas convidados e com canções compostas por André Ajumara, Branco Mello, Bento Mello, Xis e Zeca Baleiro. Texto e Direção: Hugo Possolo – Elenco: Camila Turim, Michel Waisman e Tadeu Pinheiro e mais de 50 participações – Canções de André Ajumara, Branco Mello, Bento Mello, Xis e Zeca Baleiro.

16h – Encontro com o autor Beto Oliveira (Giostri) – Aspectos psicanalíticos do chiste e do cômico – palestra e lançamento de livro – Beto Oliveira, ao apresentar seu novo livro “O Chiste”, publicado pela editora Giostri, abordará alguns aspectos desse debate destacando a relação da Psicanálise com o Teatro e descrevendo como um chiste húngaro recolhido por Freud em 1905 serviu de inspiração para sua comédia. (90 min – SP).

18h – Lançamento  Livro Laban na Voz e Apresentação do Fragmento “Menandro – Morrer devia ser doce (Giostri) – palestra, intervenção e lançamento de livro – Será feita uma introdução sobre o processo de pesquisa do monólogo junto ao método Laban na Voz, depois a apresentação do monólogo, que tem um total de 6 minutos. Posteriormente faremos uma conversa com o público seguida de uma sessão de autógrafos. (60 min – SP). 

19h – Karla Ferdinanda & Lívia Andriolo (SatyriSom) – A proposta do projeto Karla Ferdinanda & Lívia Andriolo é levar música autoral, de forma leve, mas que também possa proporcionar positividade e elevação do pensamento e emoções através da música. (50 min – SP). 

21h – AntiMadox (Teatro Adulto) – AntiMadox traz a história de três moradores de uma cidadezinha que tem uma visão de mundo e suas verdades pessoais abaladas pela chegada de um forasteiro: o misterioso Madox. Texto e direção: Rodrigo Pocidônio e Louise Belmonte. Elenco: Beto Amorim, Matteo Bonfitto e Suia Legaspe.

23h – Relações Indóceis (Teatro Adulto) – Relações Indóceis é um espetáculo formado por três textos curtos interpretados por Angela Figueiredo e Fernanda Cunha, com direção de Henrique Stroeter, em formato vídeo–teatro, trazendo autoras brasileiras da nova geração que foram convidadas a escrever especialmente para esse projeto. Michele Ferreira com NÃO PARE, NÃO CORRA, NÃO GRITE, NÃO MORRA, Vana Medeiros com MÃE SÓ TEM UMA e Angela Ribeiro com BAINHA. Dramaturgia com textos de Michele Ferreira, Vana Medeiros e Angela Ribeiro; Direção: Henrique Stroeter; Elenco: Angela Figueiredo e Fernanda Cunha. 

23h – Amanda Annunciato (SatyriSom) – Acústico solo, piano e violão, apresentação com covers e músicas autorais. (45 min – SP)

DOMINGO, DIA 5 DE DEZEMBRO

15h (versão Halem) e 16h (versão Yérus)  – Yérus Halem (Teatro Adulto) – Yérus Halem, de Hugo Possolo, foi escrita e está estreando em plena pandemia do Covid 19, e faz sua estreia mesclando atuações presenciais com a projeção de gravações como público presencial, antes ser disponibilizada pela internet. A montagem traz a opção do público de assistir a versão de cada um dos personagens título: a versão de Yérus ou a versão de Halem. A personagem Lativa conta a história que viveu com os dois, um jovem judeu ortodoxo e um jovem palestino que fazem amizade após uma explosão em Jerusalém que pode gerar uma guerra nuclear. Sobre amizade e preconceito a peça conta com diversas participações de artistas convidados e com canções compostas por André Ajumara, Branco Mello, Bento Mello, Xis e Zeca Baleiro. Texto e Direção: Hugo Possolo – Elenco: Camila Turim, Michel Waisman e Tadeu Pinheiro e mais de 50 participações – Canções de André Ajumara, Branco Mello, Bento Mello, Xis e Zeca Baleiro.

16h – Teatro na caixa – Sussurros da Escravidão (PerforMix) – Madalena é um espetáculo que acontece dentro de uma caixa/ mini-teatro. Um único espectador e uma atriz. Com duração de 15 minutos, Madalena, uma sobrevivente da escravidão moderna conta, em primeira pessoa, sua história. Ela precisa ser ouvida!

19h – AntiMadox (Teatro Adulto) – AntiMadox traz a história de três moradores de uma cidadezinha que tem uma visão de mundo e suas verdades pessoais abaladas pela chegada de um forasteiro: o misterioso Madox. Texto e direção: Rodrigo Pocidônio e Louise Belmonte. Elenco: Beto Amorim, Matteo Bonfitto e Suia Legaspe.

21h – “A Vingança de Corrubá” do Mudernage (PerforMix) – Trio Mudernage  debruça-se sobre o imaginário nordestino, entrelaçando-se com a formação histórica do povo brasileiro. A música e a poesia apresentam-se em forma de “Opereta”. Ritmos musicais originados no sertão mesclam-se a elementos teatrais e poéticos, num contexto universal de um trio que vivencia cotidianamente a mais populosa e misturada cidade da América do Sul. (60 min).


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook