DramaMix

DramaMix – 14º Edição

Anualmente a Satyrianas convida dramaturgos, roteiristas, atores, jornalistas e pessoas das mais diversas áreas para transformarem suas inquietações em dramaturgia. O resultado dessa provocação é apresentado, por artistas de diversas linguagens, em experimentos cênicos com duração máxima de 30 minutos.

Curadoria: Gustavo Ferreira

Quinta-feira, 03 de dezembro

20h – Hamlet Sem Cortes, de Braulio Mantovani. Uma professora de literatura inglesa, zelosa defensora da integridade dos textos de Shakespeare, entra em colapso mental após assistir a uma montagem de “Hamlet” em que um dos personagens foi cortado.

Direção: Marcelo Lazzaratto Elenco: Stephanie Degreas

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/hamlet-sem-cortes__1068180 

21h – Fatídico, de Renato Andrade. Anos depois da “Tragédia da Piedade”, S’Anninha e Dilermando de Assis passam a limpo sua triste história de amor.

Direção: Renato Andrade Elenco: Osmar Pereira e Patrícia Vieira Costa

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/fatidico__1067797

21h30 – Josefina, A Cantora ou O Povo dos Ratos, de Vera de Sá. O que faz o povo de ratos ser fascinado pela cantora Josefina? O que faz a artista no meio desse povo?

Direção: Vera de Sá. Elenco: Helga Baêta, Luna Martinelli e Magali Biff.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/josefina-a-cantora-ou-o-povo-dos-ratos__1067909

22h – Colapso de Um Artista Abandonado, de Daniel de Mello. O confinamento atinge a vida de um escritor em um dos momentos mais complicados de sua vida, como lidar com toda essa solidão?

Direção: Daniel de Mello. Elenco: Carol Leipelt e Victor Gorlach.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/colapso-de-um-artista-abandonado__1067873

22h30 – Dicionário Emotivo de Um Corte Profundo, de Mauri Paroni. Um vídeo maker não consegue editar seu curta sobre machões traídos que desejam, sem coragem para sair do armário,  assistir a suas esposas empoderadas terem prazer com outras pessoas ocasionalmente. No isolamento da pandemia de covid-19, percebe que faltou rodar uma sequência; não há possibilidade de recall de elenco. Mas a alma penada de um nipônico suicida, condenada a vagar de uma live a um filme, invade a obra, num  jogo surrealista que homenageia o Alain Resnais de “O Ano passado em Marienbad”,  “Hiroshima Mon Amour”, clássicas peças de teatro Nô..

Direção: Mauri Paroni Elenco: Alvise Camozzi, Danusa Silva, Fabio Gonzales, Helena Magon, Isabella Almeida Prado, Kenji Suguimoto, Larissa Miotto, Livia Lemos, Nayara Maria e Sylvia Soares. Luz e câmara: Magnus Crow. Assistente: Ale Fukugawa. Colaboração: Pedro Urizzi. Montagem e composição: Mauri Paroni e Magnus Crow.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/dicionario-emotivo-de-um-corte-profundo__1068122

Sexta-feira, 04 de dezembro

20h – Sobre amor e Tomates, de Paula Autran. Em meio à pandemia, Celo e Roberta se conhecem em uma improvável festa vietual. Anos depois os dois refletem sobre  aquela paixão desbragada, que não resistiu  à alta do preço dos tomates..

Direção: André Garolli. Elenco: Camila dos Anjos e Pedro Guilherme. Músico: Pedro Keiner.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/sobre-amor-e-tomates__1068123

20h30 – Terra de Sangue, de Daniel Veiga. Sergipe, Poço Redondo, julho de 1938.  Uma jovem presa ao homem que não ama vê a possibilidade de liberdade quando o casal abriga dois bandidos em fuga. (Leitura do roteiro do longa de Daniel Veiga)

Elenco: Naruna Costa, Daniel Veiga, Mauro Schames, Raphael Garcia, Domingas Santa Cruz, Nataniel Torres e Natália Martins.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/terra-de-sangue__1068124

21h – Amarelo, de Marcelo Varzea. Leitura dramática da peça sobre a trajetória artística e emocional do ator curitibano Ranieri Gonzalez e os dados estatísticos de suicídio no Brasil..

Texto e direção Marcelo Varzea, Atuação: Ranieri Gonzalez. Iluminação e Assistência de Direção: Vinicius Hidecki. Música: Marcio Guimarães.Design Gráfico: Guilherme Trindade. Produção: Leo Devitto.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/amarelo__1068129

22h – Take Único: Airbnb, de Vinícius Piedade. Um cara decide alugar seu apartamento no Airbnb e acaba colocando sua vida em perspectiva ao deixar seu espaço com todas as suas coisas para um completo desconhecido.

Direção: Evas Carretero e Vinícius Piedade. Elenco: Pedro Casali e Vinícius Piedade.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/take-unico-airbnb__1068132

22h30 – Olhos de Azeitona, de Sérgio Roveri. Depois de acordar de uma ressaca física e moral num fim de tarde de sábado, um homem decide pedir pizza pelo telefone. Encantado com o entregador, ele passa a repetir o pedido várias vezes por semana, até que finalmente conseguem sair.

Direção e Elenco: Daniel de Mello

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/olhos-de-azeitona__1068133

23h – Alguns Fins. Cenas produzidas pelo Núcleo de Dramaturgia Feminista (Turma 34) ao longo de 2020.

Direção, dramaturgia e elenco: Nádia Stevanato, Vitor Julian, Amanda Schmitz, Bella Tortato, Ana Paula Dias, Marieli Goergen, Lígia Fonseca, Patricia Lé Cavalaro, Victoria Mendonça, Daya Laryssa, Beatriz Silveira, Carol Schmid, Mariana Freire, Juliana Benetti. Coordenação: Maria Giulia Pinheiro

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/alguns-fins__1068136

Sábado, 05 de dezembro

00h30 – Terminal Princesa Isabel, de Guilherme Dearo. Em São Paulo, duas irmãs – uma motorista de ônibus e uma estudante de Artes Cênicas da USP – conversam durante uma tarde de novembro sobre presente e futuro, trazendo à tona questões sobre raça, gênero e classes sociais; e confrontando revelações perturbadoras do passado sobre sua falecida mãe.

Direção e elenco: Mariana França e Suelen Almeida.

Onde: Sympla/Zoom/Facebook. 

Link: https://www.sympla.com.br/terminal-princesa-isabel__1068141

17h – Corte perfeito para não morrer de fome. Ou, simplesmente, para não morrer. Cenas curtas produzidas pelo Núcleo de Dramaturgia Feminista (Turma 12) ao longo de 2020.

Direção, dramaturgia e elenco: Bella Rodrigues, Carolina Borelli, Carolina Romano, Janaína Mello, Letícia Rodrigues, Manuela Pereira, Mariama Palhares, Murillo Garcia, Valentina Bascur, Victoria Moliterno. Coordenação: Maria Giulia Pinheiro.

Onde: Sympla/Zoom.                                      

Link: https://www.sympla.com.br/corte-perfeito-para-nao-morrer-de-fome-ou-simplesmente-para-nao-morrer__1068143 

17h30 – Um Instantinho Aglomerados, de Miguel Arcanjo Prado. Um desabafo de uma trabalhadora incansável do teatro nacional diante da inveja dos outros.

Direção: Diego Ribeiro e Fabio Vanzo. Elenco: Julia Bobrow

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/um-instantinho-aglomerados__1068144 

18h – Modo Avião, de Raul Franco e Heloísa Migliavacca. Leyla Maria se encontra no saguão do aeroporto a espera do seu vôo. Com o atraso do mesmo ela se põe a pensar na sua vida e começa a traçar novas metas em busca da sua liberdade.

Direção: Raul Franco. Elenco: Heloísa Migliavacca. Preparação vocal: Roberta Bahia.

Onde: Sympla/Zoom.  

Link: https://www.sympla.com.br/modo-aviao__1068145 

18h30 – Fortaleza, de Flavio Goldman. Sua missão é comandar uma fortaleza em um lugar remoto, um território desértico e pouco familiar nos confins do país. Tudo ali é diferente da capital: o clima, as pessoas e até o idioma. Ao chegar, descobre que um único homem estará sob seu comando – mas não necessariamente sob sua autoridade.

Direção: Heitor Goldflus. Assistência de direção: Rita Pisano. Elenco: Anderson Negreiro e Bruno Perillo.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/fortaleza__1068147 

19h – Notas sobre Pássaros, de Clóvys Tôrres. Diálogos sobre a vida de vizinhos, os desejos de liberdade de  dois jovens e as transformações a partir de um ato de intolerância.  O que muda na vida de uma família a partir da convivência com uma pessoa preconceituosa que comete um crime. Um estudo sobre liberdades e convivências.

Direção: Cristina Cavalcanti Elenco: Cristina Cavalcanti,  Isabelle Lenoble, Felipe Calixto e  Thibault Plantet.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/notas-sobre-passaros__1068148 

19h30 – Marlene, de Carol Pitzer. Sozinha na casa que co-habita com Petra há muitos anos, Marlene enfrenta a necessidade de tomar uma decisão. uma homenagem a Rainer W. Fassbinder.

Direção: Carol Pitzer. Elenco: Hanna Perez e Renata Egger. Direção de arte: Maya Batista. Sonoplastia: Iasmin Ribeiro e Hugo Bispo.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/marlene__1068150 

20h – A Matéria-Prima, de Alessandro Toller. Um modesto fabricante de suspiros, chicletes e maria-mole tenta explicar que a legalidade de sua empresa caseira fundamenta-se pela tradição, e lamenta a dificuldade em conseguir matéria-prima.

Direção: Luciano Gentile. Elenco: Cacá Toledo. Direção de Arte: Werner Schulz

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/a-materia-prima__1068865 

20h30 – O Amor no Tempo da Peste, de José Simões. Dois jovens na quarentena leem romances, poesias e filosofia para sobreviver ao tédio. Durante a leitura do Banquete do Platão algo acontece e se perguntam: o que é o amor? O que é o amor no tempo da peste? Em busca do tempo perdido.

Direção: Lucas Gonzaga. Elenco: Dudu Martins e Rian Paulino.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/o-amor-no-tempo-da-peste__1068155 

21h – Flores para o Presidente, de Fabio Brandi Torres. Em um ano formado por duas dezenas repetidas, o país se recupera de uma pandemia, o presidente recém-eleito é infectado e não resiste, enquanto uma sociedade secreta é formada para abalar a república. Não resta dúvidas de que 1919 começa bem agitado.

Direção: Alexandre Reinecke. Elenco: Anderson Müller, Blota Filho e Ary França.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/flores-para-o-presidente__1068159 

21h30 – À Deriva, de Rachel Ripani. Durante a pandemia, 5 amigas começam um vídeo diário que explicita seus conflitos em relação à maternidade, casamento, trabalho doméstico, família e trabalho. “Eu tenho histórico de experiências de confinamento”, conta Amyr Klink, eu seu podcast “Na quarentena”. “Entretanto, a situação atual é muitas vezes pior do que uma tormenta em alto mar. Estamos em uma calmaria que pode ser fatal, estamos à deriva”.  

Direção: Rachel Ripani Elenco: Anna Cecília Junqueira, Flávia Tavares, Helena Cerello, Carol Badra e Rachel Ripani.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/a-deriva__1068182 

22h – Vozes do Confinamento – Espectros de Beckett, Artaud e Tchecov em versão cama mesa e banho, de Gabriela Mellão. A obra faz um retrato impreciso da euforia remanescente de um mundo que deixou de existir. Nela, figuras espectrais solitárias, vivendo em confinamento compartilhado, reafirmam a plenitude de suas existências desprovidas de sentido em quartos, cozinhas e banheiros de lares urbanos.

Direção: Gabriela Mellão. Elenco: Clovys Tôrres e Eucir de Souza.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/vozes-do-confinamento—espectros-de-beckett-artaud-e-tchecov-em-versao-cama-mesa-e-banho__1068162 

23h – Isso não é relevante, de Maria Giulia Pinheiro. Um exercício sobre o desejo. Cliente volta para acertar contas com Gerente, Garçom e Mãe.

Direção: Karen Menatti. Elenco: Bruna da Matta, Luz Barbara, Gabi Costa, Julio Lorosh.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/isso-nao-e-relevante__1068164 

23h30 – Que Horas a Gente Começa a Viver?, de Marcos Damaceno. As angústias, os dramas de quem conta a história. Duas atrizes em um texto em que são tênues as separações entre o real, o virtual, a ficção e o somente imaginado. Um texto feito de contradições, confusões e associações próprias da mente humana nos dias atuais. Um texto que transita entre o trágico e o patético. 

Direção: Marcos Damaceno. Elenco: Rosana Stavis e Alana Ferri.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/que-horas-a-gente-comeca-a-viver__1068165 

Domingo, 06 de dezembro

17h – Greve Geral dos Relógios, de Drika Nery. Um jantar entre mãe e filha. No cardápio: vísceras. Horário marcado: o momento em que os ponteiros do mundo pararam.

Direção: Drika Nery. Elenco: Estrela Straus e Renata Jesion. Produção e assistência de direção: Anahí Borges.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/greve-geral-dos-relogios__1068168 

17h30 – O ELEVA A DOR, de Felipe Absalão e Michelle Raja Gebara. Joana (Michelle Raja Gebara), uma mulher nervosa e cheia de TOC, fica presa no elevador. Ao pedir socorro, seu celular descarrega e ela se vê obrigada a inventar formas de sair do elevador e cria estratégias para sobreviver dentro dele. Após várias tentativas, Joana reflete sobre a vida, suas escolhas e falhas. Quando o elevador volta a funcionar, ela comemora, mas logo em seguida ele para novamente e, dessa vez, sem energia elétrica.

Direção: Michelle Raja Gebara. Exibição online/streaming: Renan Melchiades.

 Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/o-eleva-a-dor__1068169 

18h – Nazareno, de Denio Maués. Após décadas, Nazareno decide não pagar mais a promessa feita por seu pai, na procissão do Círio de Nazaré. O ator paraense Alberto Silva Neto participará ao vivo de Belém do Pará.

Direção e Elenco: Alberto Silva Neto. Colaboração online: Denio Maués.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/nazareno__1068172 

18h30 –Verônica, de Rudinei Borges dos Santos.  A peça de Rudinei Borges dos Santos se inspira nos relatos das mães torturadas e separadas dos filhos durante a ditadura militar. Nela, Verônica, com as lembranças desfiguradas depois de um período como presa política, vaga à procura do filho recém-nascido.

Encenação e atuação: Luciana Ramin – Direção de movimento e fotografia: Ju Lima – Trilha Sonora: Rodrigo Florentino – Figurino: Daíse Neves –  Visuais e transmissão: Thiago Zanotta. Colaboração: Will Guimarães – Produção: Luciana Ramin – Realização e vídeos: Agrupamento Andar7.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/veronica__1068174 

19h – Ela na Calçada, de Alex Araújo. Algo parece estar acontecendo com uma mulher que jaz sentada na beira de um meio fio. Essa mulher está na frente de uma loja e parece não ser bem quista por aqueles que ali também estão. A peça fala sobre sentir-se só em meio à multidão de uma metrópole. Ela na Calçada é parte de um projeto que está em sala de ensaio pela Cia. do Caminho Velho.

Direção: Carolina Erschfeld. Sonoplastia: Carlos Ronchi. Elenco: Daiane Sousa.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/ela-na-calcada__1068176 

19h30 –  Sangue no Olho, de Celso Cruz. Coleção de fragmentos apócrifos de uma trilogia tebana. Antígona. Édipo. Creonte. Tirésias. Tiranias cotidianas. Revolta. E a dor quase calada de uma menina que guia um violeiro cego. Vozes perdidas se cruzam e revelam novíssimos ângulos de uma tragédia muito familiar.

Direção: Paulo Fabiano. Elenco do Teatro X.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/sangue-no-olho__1068178 

20h – Laura diz para seu irmão, de Marcio Tito. Em uma conversa íntima e aberta, no banheiro, para que ninguém os ouça, Laura diz para seu irmão. Pergunta, responde, supõe e cogita enquanto a noite cai. 

Direção: Fabricio Castro. Atuação: Cléo De Páris. Fotografia e câmera (subjetiva do Irmão): Fábio Penna.

Onde: Sympla/Zoom. 

Link: https://www.sympla.com.br/laura-diz-para-seu-irmao__1068179 


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook