Videodança e Workshop

VIDEODANÇA

 

SÁBADO, 16 DE NOVEMBRO

 

20h – Trançar – As relações e interferências do convívio reverberam no corpo, no modo de ver o mundo e de enxergar a nós mesmos. Deveria ser o contrário de tudo isso…Trançar um signo de nós, trançar em uma necessidade desesperada da relação, do três em um. Elenco: Clara Hornis, Cristina Rother, Daru Liberato, Julio Françozo e Rebeca Tadielo. Direção: Priscila Magalhães. Coreografia: Liliane de Grammont. Direção de Imagem: João Leão. Produção: Pauliana Reis. (4 min). Onde: Cine Bijou. Livre. 

 

20h15 – Amor em 4 Atos – Uma Paixão no Deserto Inspirado no conto de Honoré de Balzac, Um Amor no Deserto, utilizando como referência o mito do Narciso, o videodança da Cia da Vila, “Amor em 4 Atos” conta a história de amor entre uma pantera e um general perdido no deserto. A história permeia diferentes tipos de amor e ressalta os sentimentos, principalmente voltados aos quatro atos; o instinto, narcisista, desejo e entre pares. Direção: Priscila Magalhães e João Leão. Coreografia: Juliana Kis e criação coletiva. Direção de Imagem: João Leão. Coordenação de Produção: Pauliana Reis. Música original e Produção musical: Rafael Thomazini. Coprodução Musical: Vinicius Scorza. (13 min). Onde: Cine Bijou. Livre. 

 

20h40 – Cartas à Casa de Pó – Direção Geral e Artística: Rivaldo Ferreira. Elenco: Cíntia Rocha, Jeniffer Mendes, Júlia Lima, Thaina Souza, Giovana Santos e Catarina Stevanato. Produção: Dentre Nós Cia de Dança. Equipe de Video e Captação de imagem: Rafi Sousa. Edição: Rafi Sousa. Direção de Vídeo: Rivaldo Ferreira e Rafi Sousa. (5 min). Onde: Cine Bijou. Livre.

 

20h55 – Poliamor – Po·li·a·mor no dicionário: Tipo de relação ou atração afetiva em que cada pessoa tem a liberdade de manter vários relacionamentos simultaneamente, negando a monogamia como modelo de fidelidade, sem promover a promiscuidade. O propósito do poliamor é amar e ser amado por várias pessoas ao mesmo tempo. O trabalho do seguimento e pesquisa da Cia da Vila é relacionado a um estudo do amor na perspectiva da contradição, criando conexões especificas relacionadas a vivência e experimentação coreográfica do bailarino. Bailarina: Clara Hornis. Direção: Priscila Magalhães. Coreografia: Liliane de Grammont. Direção de Imagem: João Leão. Produção: Pauliana Reis. (3 min). Onde: Cine Bijou. Livre.

 

21h10 – Teresas – As “teresas” são tranças feitas com tecidos diversos como lençóis, fronhas, toalhas, etc, utilizados em presídios e manicômios, tranças direcionadas a fuga. Uma fuga para um outro estado. Produzido em plano sequência, “Teresas” convida o espectador a passear pelos cômodos da casa, como um voyeur, observando a intimidade de cada um, em um local onde as relações se entrelaçam e permanecem ali, como um processo cíclico, sem fim. Direção: Priscila Magalhães. Direção de Imagem, fotografia e montagem: João Leão. Coreografia: Liliane de Grammont. Produção: Frame Forte Filmes e Bronca Filmes. Bailarinos: Daru Liberato, Julio Françozo, Rebeca Tadiello, Clara Hornis e Cristina Rother. Música Original e Produção Musical: Ed Côrtes. (10 min). Onde: Cine Bijou. 12 anos. 

 

21h30 – Domingo O Amor brega, piegas, cafona, narrado na poesia de Ni Brisanti e coreografado pela Cia da Vila com o bailarino Júlio Francozo vem à tona nessa produção. Um término de relacionamento e a ressurreição após é o tema central de “Domingo”. Videodança produzido como material de pesquisa para montagem do segundo espetáculo da série “Amor em 4 Atos”. Direção e Edição: Priscila Magalhães. Poesia: Ni Brisanti. Bailarino: Júlio Françozo. Fotografia: Bia Onofre e Thamara Lage. Produção: Pauliana Reis. (5 min). Onde: Cine Bijou. Livre. 

 

21h45 – Rosas DANST Rosas – Direção geral e artística: Rivaldo Ferreira. Coreografia: Anna Terese keersmaeker. Remontagem: Rivaldo Ferreira e Wellington Adélia. Elenco: Cíntia Rocha, Jeniffer Mendes, Júlia Lima, Thaina Souza, Rafaela Alencar, Ravena Veloso, Sabrina Ferreira, Potira marinho, Karen Marçal, Paula Freitas, Lilian Martins, Cris Rother, Jaqueline Andrade, Isabela Kitsis e Bárbara Alves. Trilha: thierry de may, Petter vermeersch. Produção: Victor Almeida e Dentre Nos. Equipe de vídeo e Captação de imagem: Paulo Nunes e Jhony Arcelli. Edição: Jhony Arcelli. (4 min). Onde: Cine Bijou. Livre. 

 

22h – Sacra – Estreia Inspirado na Obra “A Pirâmide” de Copi.  Elenco: Pauliana Reis, Leonardo Carvalho, Henrique Barsali. Direção: Priscila Magalhães. Direção de Imagem: Beatriz Onofre. Trilha Original: Vitor Gonçalves. Pós-Produção: Bronca Filmes – João Leão. Produção de Campo: Alex Souza. (6 min). Onde: Cine Bijou. Livre. 

 

22h15 – Topo do Mundo – Estreia – Tecer relações as vezes se impõe como um enigma, ver o mundo como um mistério, nos faz querer alargar esse mundo, compreender mais esse mundo…” TUNGA. Elenco: Clara Hornis, Cristina Rother, Daru Liberato, Julio Françozo e Rebeca Tadielo. Direção: Priscila Magalhães.  Coreografia: Liliane de Grammont. Direção de Imagem: João Leão. Produção: Pauliana Reis. (12 min). Onde: Cine Bijou. Livre.

 

WORKSHOP

 

SÁBADO, 16 DE NOVEMBRO

 

15h – Processos Criativos em Dança com Princípios da linguagem Audiovisual – A oficina propõe o desenvolvimento de jogos que estimula processos criativos em Dança utilizando celulares para trabalhar as possibilidades de captação de imagens. Interligando assim vídeo e dança.

Ministrante: Ariana Macedo

Onde: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Sala Antônio Pompêo). Livre.

Duração: 2 horas – 20 vagas

 


Comments are closed.

Back to Top ↑
  • Twitter


  • Facebook